Descrição de chapéu Coronavírus

Fotógrafo registra cotidiano de vizinhos na varanda em São Paulo

Ensaio mostra os usos das sacadas de um prédio em Perdizes, na zona oeste

São Paulo

Desde que o governo de São Paulo determinou o isolamento no estado, no fim de março, famílias se confinaram em apartamentos, com o desafio inédito de transportar suas rotinas de fora para dentro.

As varandas passaram a concentrar muitas das atividades diárias —tornaram-se espaço de convívio, trabalho, lazer e, acima de tudo, o lugar para respirar, olhar para fora e tomar um pouco de sol.

Neste prédio em Perdizes, na zona oeste da capital paulista, os moradores passam boa parte de seus dias ali. Há o senhor que brinda com a xícara de café, a mulher que cuida das plantas, a família que brinca com a criança, a jovem que senta para ler.

Cenas cotidianas emolduradas pelas mesmas paredes brancas e grades cinza, registradas ao longo de três semanas.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.