Descrição de chapéu Coronavírus

Hospital do M'Boi Mirim recebe cem novos leitos em anexo construído por empresas

Leitos doados por Ambev, Gerdau e Hospital Israelita Albert Einstein permanecerão após pandemia, diz prefeitura de São Paulo

São Paulo

A Prefeitura de São Paulo inaugurou nesta segunda (27) cem leitos de baixa complexidade para o tratamento da Covid-19 no Hospital Municipal M’Boi Mirim, na zona sul.

Construída em um anexo da unidade médica, a estrutura será permanente e continuará a receber pacientes para atendimentos em enfermarias após a pandemia, de acordo com a prefeitura.

Durante a pandemia do coronavírus, o local vai receber pessoas com sintomas leves da Covid-19. Casos mais graves, que precisem de atendimento em UTI (Unidade de Terapia Intensiva), serão transferidos para o hospital.

Fachada do anexo construído no Hospital Municipal M’Boi Mirim
Fachada do anexo construído no Hospital Municipal M’Boi Mirim - Marcelo Pereira/Secom

A estrutura é resultado de uma parceria entre a prefeitura e as empresas Ambev, Gerdau e Hospital Israelita Albert Einstein.

"São mais 100 leitos de enfermagem, totalizando 514 leitos no Hospital do M’Boi Mirim específicos na luta do combate ao coronavírus. Aqui se torna a maior estrutura da América Latina com leitos exclusivos dedicados ao coronavírus", afirmou o prefeito Bruno Covas.

A unidade anexa possui uma área total de 1.388 m², com dois pavimentos, ligados ao hospital. Cada pavimento conta com posto de enfermagem e de serviços, farmácia satélite, sala de utilidade, depósito de materiais de limpeza e copa de distribuição. Os leitos estão distribuídos em 16 quartos.

Iniciada no dia 24 de março e entregue 36 dias depois, a obra do anexo teve custo total de R$ 13,5 milhões, segundo a prefeitura, e os recursos foram fornecidos pelas empresas. A Ambev fez a doação do aporte financeiro e a gestão dos recursos; a Gerdau forneceu o aço, principal matéria-prima da estrutura; e o hospital Albert Einstein doou equipamentos como respiradores e monitores.

A empresa Brasil ao Cubo foi a responsável por erguer o projeto.

A fachada do anexo recebeu um grafite do artista Mena, intitulada "Amor Puro", que faz uma homenagem aos profissionais de saúde.

Fachada do anexo construído no Hospital Municipal M’Boi Mirim
Fachada do anexo construído no Hospital Municipal M’Boi Mirim - Marcelo Pereira/Secom
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.