Descrição de chapéu Dias Melhores

Fábrica do PR doa 1 milhão de copos de papel para hospitais

Copos de papel, com menor chance de contágio, trazem mensagens para profissionais e pacientes

Curitiba

A pandemia do novo coronavírus tem forçado hospitais a priorizarem seus gastos, como na compra de máscaras e equipamentos de segurança para funcionários e na ampliação de leitos e de respiradores para atender os casos críticos da doença. Assim, sobra pouca verba para itens de segunda necessidade, como materiais do dia a dia.

Pensando nisso, duas empresas, a Ibema, produtora de papel cartão, e a BO Packaging, fabricante de copos e potes de papel, se juntaram numa ação de distribuição de 1 milhão de copos descartáveis de papel para hospitais do Paraná e São Paulo, onde ficam suas sedes.

Além de útil, o material ajuda no combate à disseminação da doença, já que o vírus permanece no papel por aproximadamente um dia e, no plástico, esse prazo triplica.

Copos com mensagens para profissionais da saúde e pacientes doados a hospitais
Copos com mensagens para profissionais da saúde e pacientes doados a hospitais - Camila Hampf Mendes/Divulgação/ Ibema

A intenção é também agradecer aos profissionais que estão na linha de frente de atendimento e incentivar pacientes que enfrentam a situação. Os copos trazem mensagens de reconhecimento e otimismo, além de dicas de higiene e prevenção ao novo coronavírus.

O hospital de campanha Nei Senter Martins, em Cascavel, oeste do Paraná, é um dos beneficiados com o material. Ele foi uma das primeiras vítimas fatais da Covid-19 no Paraná e foi presidente e conselheiro da Ibema, empresa que ajudou a desenvolver.

“Foi uma forma de agradecer a ele. Elaboramos uma ajuda que faz parte da nossa produção. Também é um estímulo para nossos funcionários, que estão se expondo, correndo riscos, mas sabem que, em parte, é para contribuir”, afirma o diretor comercial da Ibema, Julio Guimarães.

Para selecionar os demais hospitais para onde foram direcionados os copos, foi considerada a proximidade com as comunidades onde estão as sedes das empresas. No Paraná, as cidades beneficiadas foram Turvo, Ponta Grossa, Arapoti e Jaguariaíva, no interior, além da capital, Curitiba. Em São Paulo, a doação foi para Embu das Artes, na região metropolitana da capital.

A Ibema também aproveitou para usar nos copos o material que acumula em estoque. A empresa trabalha com matéria-prima para embalagens e teve uma queda de cerca de 20% nas vendas, consequência da baixa em outros mercados, como de cosméticos e brinquedos. Em outras áreas, como alimentos e higiene pessoal, a demanda até cresceu”, aponta Guimarães.

A fabricante também já doou materiais, como máscaras, toucas, luvas e álcool, para o hospital de Turvo e está fornecendo kits de higiene e alimento a caminhoneiros parceiros. Nas fábricas do Paraná, eles ainda contam com pontos gratuitos para banho oferecidos pela Ibema.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.