Descrição de chapéu Obituário Aline Beatriz Zuin de Almeida (1981 - 2020)

Mortes: Jovem e corajosa, inspirou a luta contra o câncer de mama

Aline Beatriz Zuin de Almeida realizava trabalhos voluntários com crianças de Ribeirão Preto

São Paulo

Aline Beatriz Zuin de Almeida olhou positivamente para a vida cada um dos 39 anos que viveu. Extraiu o doce do amargo.

Nasceu em Sertãozinho (333 km de SP), no seio de uma família simples. Os pais trabalhavam com corte de cana.

Ainda criança, mudou-se para a casa de uma tia em Ribeirão Preto (313 km de SP) para estudar e construir seu futuro.

Aline Beatriz Zuin de Almeida (1981-2020)
Aline Beatriz Zuin de Almeida (1981-2020) - Arquivo pessoal

Aos 15 anos, ganhou a dupla responsabilidade de trabalhar no bar de um tio e tomar conta dos primos.
A conquista do primeiro emprego com carteira assinada veio dois anos depois, como recepcionista num escritório de contabilidade.

“Foi o boom na carreira dela, porque os patrões deram a oportunidade de estudar e algumas promoções. Aline chegou a ser coordenadora do setor contábil da empresa”, conta o marido, o vendedor José Carlos de Almeida Junior, 38.

Na divisão de seu tempo, a caridade tinha uma fatia. Aline era contadora voluntária no Caeerp (Centro de Atividades Educacionais Especializadas), um instituto filantrópico que atende crianças.
Além disso, coordenava o grupo de teatro de uma igreja na cidade.

José viu Aline pela primeira vez em 1997, mas foram apresentados um ano depois. O casamento aconteceu em 2004.

“Aline era uma pessoa carinhosa, comunicativa, alegre, de personalidade forte e pensava muito no próximo”, diz José.

Além do teatro, tinha paixão por vôlei, esporte que praticava com as amigas.
Em dezembro de 2018, descobriu um câncer invasivo e grave na mama direita e iniciou a luta pela vida.

“A Aline foi uma das pessoas mais corajosas e inspiradoras que eu conheci. Mesmo com muitas dores ela nunca perdeu a fé em Deus. Não descuidava da aparência e sempre tinha um sorriso e uma palavra de incentivo. No meio da doença, ela reuniu um grupo de mulheres com câncer num parque da cidade para uma ação de prevenção ao câncer de mama”, afirma a amiga, a jornalista Eliane Silva, 58.

Eliane se refere ao evento Lenços do Bem, ocorrido em dezembro de 2019 durante o Outubro Rosa.

Aline Beatriz Zuin de Almeida morreu dia 27 de abril, aos 39 anos, por complicações de câncer de mama. Deixa marido e duas filhas.

coluna.obituario@grupofolha.com.br

Veja os anúncios de mortes

Veja os anúncios de missa

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.