Descrição de chapéu Coronavírus

Pará prorroga 'lockdown' por mais uma semana

Isto ainda não é o suficiente, disse o governador Helder Barbalho

Manaus

O governo do Pará estendeu por mais uma semana o "lockdown" em dez municípios do estado. Inicialmente, as medidas mais restritivas terminariam neste domingo (17).

“A gente precisa fazer um pouco mais de esforço. Isto ainda não é o suficiente”, disse o governador Helder Barbalho (MDB) nesta sexta-feira (15), em vídeo distribuído nas redes sociais. “Tenho certeza que, com esse esforço, vamos diminuir o número de mortes.”

Ao fazer um balanço do "lockdown", Barbalho disse que a medida incluiu cerca de 186 mil pessoas no isolamento social.

As medidas restritivas, que vigoram desde o dia 7 de maio, agora estão vigentes até o dia 24. As restrições incluem cidades onde a média de pessoas infectadas é 50% à média do Pará. A maioria desses municípios fica no entorno de Belém, incluindo a própria capital.

O decreto estadual apenas permite a circulação de pessoas para compra de alimentos, medicamentos, produtos de limpeza e de higiene pessoal. Visitas a casas e prédios estão proibidas, com exceção de trabalhadores de serviços essenciais. Há multas de R$ 150, para pessoas físicas, e até R$ 50 mil, para pessoas jurídicas.

Inicialmente, o decreto incluiu o trabalho de empregados domésticos entre os serviços essenciais. Após críticas, Barbalho recuou dois dias depois, limitando, em novo decreto, “aos cuidadores de criança, idoso, pessoa enferma ou incapaz”.

Até esta sexta-feira (14), o Pará acumula 12.109 casos, com 1.145 óbitos. A taxa de ocupação dos leitos de UTI para adultos é de 87%, segundo o governo estadual.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.