Descrição de chapéu Coronavírus

São Paulo tem pior índice de isolamento desde o início da quarentena

No feriado do Dia do Trabalhador, o estado registrou 46% de isolamento; meta é chegar a 70%

São Paulo

Nesta sexta-feira (1º), o estado de São Paulo registrou a pior taxa de isolamento social (46%) desde o início da quarentena, que começou no dia 24 de março.

Nas últimas duas semanas, o estado tem registrado queda do isolamento, mantendo índices de 47% a 48% durante a semana com picos nos domingos e feriados, caso do último dia 26 de abril que chegou a registrar 58% de reclusão.

O governo monitora a movimentação dos cidadãos por meio de dados de celular. Segundo o infectologista Júlio Croda, membro do centro de contingência contra coronavírus em São Paulo, a meta é uma redução de mobilidade de 70% da população ---o parâmetro se baseia na taxa que permitiu à Itália estabilizar o número de casos.

Um isolamento de 60% é aceitável; com menos de 50% de adesão, diz Croda, faltarão leitos de UTI no estado.

Apesar de o governo paulista ter anunciado uma retomada gradual das atividades econômicas a partir do dia 11 de maio, João Doria vem afirmando que a data pode ser revista caso os índices de isolamento social não ficarem acima de 50%.

Na noite desta quinta-feira (30), véspera do feriado do Dia do Trabalho, a entrada de Riveira de São Lourenço, em Bertioga, litoral sul de São Paulo, registrou congestionamento de carros.

Em nota, a prefeitura disse que intensificou a fiscalização do controle de acesso de veículos ao município a partir desta sexta-feira (1º).

Por ali, as praias estão permitidas apenas a prática de esportes individuais, de segunda a quinta, das 6h às 18h, para priorizar os moradores.

A Baixada Santista também registrou forte movimentação de veículos neste feriado. As prefeituras enviaram um ofício pedindo que o governo do estado bloqueie a descida da serra. Os prefeitos mencionam a necessidade de reduzir o fluxo de pessoas na região para manter o nível de isolamento social e solicitam providências urgentes ---o documento enfatiza que "quarentena não é férias".

Na capital paulista, a CET anunciou que algumas vias serão bloqueadas a fim de aumentar o isolamento social, a partir desta segunda-feira (4). Os bloqueios devem acontecer das 7h às 9h, preservando-se uma faixa de rolamento livre para circulação veicular.

Confira as avenidas da cidade que serão interditadas:

Zona Sul: Av. Moreira Guimarães x Av. Miruna

Zona Norte: Av. Santos Dumont x Av. do Estado

Zona Leste: Av. Radial Leste X Rua Pinhalzinho

Zona Oeste: Av. Francisco Morato x Rua Sapetuba

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.