Descrição de chapéu Obituário Eros Lagrotta (1929 - 2020)

Mortes: Como o deus grego, Eros usou a linguagem do amor

Caligrafia deixava mais bonitas suas cartas a Helena

São Paulo

Com exceção do mais velho, todos os irmãos de Eros Lagrotta foram batizados com nomes de deuses gregos. A ele foi dado aquele que representa o amor.

Coincidência ou não, o Eros que nasceu e passou a infância em Araraquara (a 273 km de SP) distribuiu amor ao longo de sua vida.

Sua sensibilidade alimentava o talento de desenhista. Na publicidade e propaganda, área em que atuava, adaptou-se à informatização e se especializou, à frente de seu tempo.

Passado algum tempo, descobriu a caligrafia, arte que deixou mais bonitas as cartas de amor endereçadas à amada, a corretora de imóveis Helena Lagrotta, que nesta terça (9) completou 90 anos.

Eros Lagrotta (1929-2020) com a esposa Helena Lagrotta
Eros Lagrotta ri com a eterna namorada Helena - Arquivo pessoal

Ambos se conheceram num clube de estudantes. Se este fosse um livro de histórias, seria possível afirmar que foram flechados pelo deus grego do amor. Desde a primeira vez que se olharam, prevaleceu a linguagem universal dos enamorados.

Os quase 72 anos de namoro foram repletos de olhares, mãos dadas e declarações de amor. Quando completaram 50 anos de casados, como presente a família reuniu 50 histórias do casal e escreveu o livro “50 Histórias de Amor”.

Religioso, Eros não perdia a missa aos domingos. Soube como ninguém aplicar os preceitos de Deus em sua vida. “Ele fazia tudo por todos, mesmo quando não tinha condições. Nunca deixou faltar nada a ninguém, principalmente aos filhos. O mesmo tratamento foi dado aos filhos de uma funcionária”, conta o sobrinho, o diretor comercial do Metrô Claudio Ferreira, 62. Segundo Claudio, Deus o recompensou pela bondade ao próximo.

Eros Lagrotta morreu no dia 6, aos 90 anos, de parada cardíaca. Deixa a esposa, três filhos, seis netos e dois bisnetos.

​​coluna.obituario@grupofolha.com.br

Veja os anúncios de mortes

Veja os anúncios de missa

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.