Descrição de chapéu Coronavírus

Ruas lotadas e filas em lojas marcam nova fase do desconfinamento no interior de SP

Cidades reabriram parte do comércio nesta segunda-feira (1º)

Marcelo Toledo Jaqueline Pereira Paulo Batistella
Ribeirão Preto, Bauru e Presidente Prudente e Ribeirão Preto

O crescimento contínuo de casos de Covid-19 parece não ter gerado preocupação em Ribeirão Preto, que teve as ruas lotadas nesta segunda (1). O calçadão no centro ficou cheio, com muita gente sem máscara, e houve fila diante de shoppings. A cidade tem 1.217 casos confirmados e 27 mortes.

O cenário de Ribeirão se repetiu em outras regiões, como as de Bauru, Presidente Prudente e Vale do Paraíba, que também reabriram parte de seu comércio nesta segunda.

A diferença de Ribeirão é que a cidade está na zona laranja, com mais restrições que Bauru e Prudente, mas elas não foram vistas na prática.

Sete estabelecimentos foram autuados por falta de material para higienização (álcool em gel), aglomerações interna e consumo de alimentos em locais proibidos. Mesmo onde o limite de 20% dos consumidores dentro das lojas foi seguido, filas se formaram.

"Se continuar como estava hoje, todo mundo na rua, vamos ter de regredir se tiver um aumento muito grande dos casos por desrespeito", disse o prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira (PSDB).

Em São José dos Campos, as igrejas receberam permissão da Diocese para serem reabertas em período reduzido. Missas estão vetadas, mas fiéis poderão usar os templos para fazer orações pessoais com o uso de máscara.

Em Bauru, o centro comercial encheu. Consumidores enfrentaram filas com marcações com fita adesiva para delimitar o distanciamento obrigatório. Horários de atendimento foram reduzidos a seis horas, e a Secretaria da Saúde distribuiu máscaras e álcool em gel.

Bauru ficou na fase três (amarela), com imobiliárias, concessionárias e escritórios liberados. Bares, restaurantes, comércio e salões de beleza podem abrir com restrições.

Apesar de o plano prever o funcionamento de shoppings, os dois estabelecimentos de Bauru reabrirão no dia 8. A cidade conta 285 casos da Covid-19, com 14 mortes.

Já em Presidente Prudente, que contabiliza 147 casos e dez mortes, apenas as máscaras sinalizavam que não era de um dia normal. Como nas outras cidades, filas e aglomerações decorrentes da limitação a 40% da lotação dos locais.

"O povo estava sedento para sair de casa", disse a vendedora Sueli de Almeida, 57.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.