Descrição de chapéu Coronavírus

Sem tapetes coloridos e procissões, Sé celebra Corpus Christi em missa com portas fechadas

Celebração em SP contou com apenas 30 fiéis e foi transmitida via rádio e redes sociais

São Paulo

Nos últimos anos, a praça da Sé, na cidade de São Paulo, reuniu fiéis a fim de celebrar o feriado de Corpus Christi. A procissão seguia até a igreja de Santa Ifigênia. Neste ano, quem passou por ali, notou um cenário diferente, sem celebrações ou multidões.

Os tradicionais tapetes coloridos estendidos no marco zero da cidade foram substituídos por uma missa de portas fechadas realizada na Catedral da Sé, nesta quinta-feira (11).

A fim de evitar aglomerações em meio a pandemia do novo coronavírus, a eucaristia foi transmitida via rádio e redes sociais da igreja.


Apenas 30 fiéis puderam estar presentes —escolhidos por ordem de chegada em uma das lives promovidas por Dom Odilo Scherer, arcebispo metropolitano de São Paulo. Todos mantiveram distância de mais de um metro, usaram máscaras e tiveram as mãos higienizadas com álcool em gel ao entrar na catedral.

Durante a missa, que durou pouco mais de uma hora e meia, Dom Odilo prestou homenagens às pessoas que morreram em decorrência do novo coronavírus, aqueles que foram infectados e os profissionais de saúde que estão na linha de frente no combate à doença.

Ele também ressaltou que as eucaristias seguem acontecendo mesmo a distância, via redes sociais.

Ao final da celebração, os sacerdotes se dirigiram à porta da catedral, que foi aberta, e foi realizada uma breve bênção aos poucos fiéis ali presentes.

Logo após o final da celebração, o padre Júlio Lancelotti iniciou a entrega de quentinhas aos moradores de rua no entorno da igreja.

Segundo a igreja, em 44 anos de sacerdócio, esta foi a primeira vez que Dom Odilo realizou a celebração de Corpus Christi sem a presença de todos os fiéis.

O arcebispo, em carta encaminhada ao clero e fiéis da Arquidiocese de São Paulo, ressaltou que apesar de ter havido a antecipação do feriado no último dia 20 de maio, Corpus Christi seria celebrado nas paróquias e comunidades católicas seguindo a data oficial da igreja.

Ele também informou que a celebração em pequenos grupos e seguindo as recomendações sanitárias podem ser feitas e sugeriu aos fiéis que colocassem algum sinal de fé na porta, janela ou portão das casas para que os padres possam distribuir bênçãos.

A partir desta sexta-feira (12), as missas presenciais retornam na Catedral da Sé, a partir das 12h, para poucos fiéis mantendo as medidas aplicadas nessa quinta-feira.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.