Baloeiros são presos após invasão em aeroporto no Rio de Janeiro

Homens trocaram tiros com policiais enquanto tentavam resgatar balão de 18 metros

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Rio de Janeiro

Dois homens foram presos, na madrugada desta terça-feira (21), depois de invadirem o Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio de Janeiro, em busca de um balão de 18 metros.

Antes da prisão, os baloeiros trocaram tiros com os policiais. De acordo com a Polícia Federal, os presos disputavam o “balão painel” com outras turmas de baloeiros. A recompensa pelo resgate do artefato seria um troféu e R$ 5 mil.

Balão recolhido pela Polícia Federal no Aeroporto do Galeão
Balão recolhido pela Polícia Federal no Aeroporto do Galeão - Policia Federal / Divulgação


A dupla foi presa em ação conjunta de policiais federais e civis. Conforme informações da PF, os policiais de plantão no Galeão receberam a informação, por volta das 23h desta segunda-feira (20), sobre a invasão de vários homens, alguns deles, com arma de fogo. Os invasores usavam carros e motos.

Ainda segundo a PF, o balão apreendido pelos policiais tinha potencial para causar acidente aéreo de “proporções gigantescas” no Galeão. Ousados, os baloeiros chegaram a utilizar uma embarcação marítima durante a fuga pela Baía de Guanabara, apenas dois foram presos.

Os presos serão encaminhados à Secretaria de Administração Penitenciária do Rio. Eles vão responder por formação de quadrilha e pelo Artigo 261 do Código Penal: “Expor a perigo embarcação ou aeronave, própria ou alheia, ou praticar qualquer ato tendente a impedir ou dificultar navegação marítima, fluvial ou aérea”. A pena para este crime é reclusão, de dois a cinco anos.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.