Descrição de chapéu Coronavírus jornalismo

Com queda na média, Brasil tem 335 mortes por Covid em 24 horas

Dados coletados pelo consórcio de imprensa indicam que Sudeste e Nordeste concentram óbitos

São Paulo

O Brasil registrou neste domingo (27) 335 mortes causadas pelo novo coronavírus e 13.800 novos casos confirmados nas últimas 24 horas. Ao todo, mais de 141 mil pessoas morreram e 4,7 milhões foram infectadas.

Os dados são fruto de colaboração inédita entre Folha, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais e divulgadas às 20h.

As regiões brasileiras com maior número de mortes nas últimas 24h são a Sudeste (135) e a Nordeste (105). Considerando o total de óbitos desde o início da pandemia, a região Sudeste é responsável por 45% das mortes no Brasil, embora responda por 35% do casos brasileiros.

Os estados de São Paulo e Rio de Janeiro são responsáveis pela maior parte das mortes no Sudeste, somando 37,6%, um total de 53.386 mortes.

Além dos dados diários do consórcio, a Folha também mostra a chamada média móvel. O recurso estatístico busca dar uma visão melhor da evolução da doença, pois atenua números isolados que fujam do padrão. A média móvel é calculada somando o resultado dos últimos sete dias, dividindo por sete.

A média de óbitos semanal caiu 6,6% nos últimos sete dias, passando de 747 para 697.

O país mantém a taxa de 56,9 mortos para cada 100 mil habitantes, uma das maiores do mundo, inclusive a frente dos EUA (55,6 mortos por 100 mil habitantes), ficando atrás apenas do Reino Unido (62 mortos por 100 mil) e da Itália (68,2 mortos por 100 mil).

O Brasil é o terceiro país com mais casos confirmados do novo coronavírus, atrás da Índia, com 5.992.532 de pessoas infectadas, e dos EUA, pais mais afetado do mundo, com mais de 7.107.673 de infectados.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.