Descrição de chapéu Coronavírus

Em São Paulo, fotógrafa registra o tal 'novo normal' da pandemia

Adaptadas, atividades cotidianas vão sendo retomadas, entre temores e cuidados

São Paulo

Antes marcadas por aglomerações e pelos gritos de torcidas, as partidas de futebol retomaram sem público. Nos estádios, os bancos vazios chamam atenção.

Cenas como essa fazem parte do tal “novo normal”, o conjunto de medidas ao qual, ainda em plena pandemia de Covid-19, a população tem se adaptado para tentar retomar a vida aos poucos.

Durante um mês, a fotógrafa Mathilde Missioneiro colocou de pé o ensaio de fotos abaixo, com cenas desse cotidiano ao qual vão sendo assimilados hábitos e comportamentos —pessoas distantes umas das outras e máscaras por todos os lados, até nos manequins e nas estátuas.

Para isso, suas lentes percorreram diversos cantos de São Paulo, como a Vila Leopoldina, onde fotografou uma exposição de arte drive-thru, e a Vila Pereira Barreto, onde ocorreu um casamento comunitário. Viram também a gravação da live do Samba pros Orixás, na Bela Vista.

Após a experiência, a fotógrafa notou que as pessoas têm buscado um equilíbrio entre a retomada de atividades e o cuidado temeroso para se protegerem do novo vírus.

Segundo Missioneiro, o “novo normal” não tem regras e está em constante evolução. “Ele é próprio de cada lugar, pessoa e atividade”, afirma.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.