Descrição de chapéu Obituário Ana Paula Rubini (1990 - 2020)

Mortes: Nas redes sociais, compartilhou esperança e dias bons e ruins

Após ficar doente, Ana Paula Rubini tornou-se influenciadora digital

São Paulo

Linda, divertida e de bem com a vida. Assim era a influenciadora digital Ana Paula Rubini. “Engraçada, gentil, carinhosa, amiga fiel, boa mãe e esposa. Ela pensava muito no próximo. Por onde passava, deixava um rastro de luz”, diz o sobrinho, o técnico em radiologia Fábio Rubini, 28.

Ana Paula nasceu e viveu em Presidente Prudente (558 km de SP). Pretendia estudar direito, mas desistiu ao engravidar da filha Nicoly, 10.

Casada com Mário Júnior, decidiu se dedicar à família e aos gatos que tanto amava. Segundo Fábio, ela tinha oito na chácara que gostava de reunir a família e os amigos, de preferência num churrasco.

Ana Paula Rubini (1990-2020)
Ana Paula Rubini (1990-2020) - Reprodução/Facebook

Em 2013, teve o primeiro linfoma não Hodgkin de Burkitt. Na ocasião, Nicoly tinha pouco mais de dois anos. Ana Paula fez tratamento e em 2017 estava curada.

No final de 2019, a doença voltou. Ana Paula foi guerreira. “Apesar das dificuldades, ela nunca desistiu”, afirma Fábio.

As redes sociais foram seus canais de comunicação. Fábio deu ideia de gravar um vídeo durante uma sessão de quimioterapia e postar no TikTok. O material viralizou.

A partir deste momento, Ana Paula começou a usar as redes sociais para compartilhar o seu dia a dia e passar mensagens positivas a internautas.

Tinha mais de 133 mil seguidores no Instagram e mais de 400 mil no TikTok. Com eles dividiu dias bons e ruins e repartiu esperança. “Combateu o bom combate”, como escreveu um seguidor no Instagram.

Em 29 de agosto, Ana Paula e Fábio foram diagnosticados com Covid-19. Após 14 dias em casa, retornaram ao IBCC (Instituto Brasileiro de Controle do Câncer), onde Ana Paula fazia tratamento.

Lá, ela seria submetida a um autotransplante de medula óssea, que não chegou a ser realizado porque o novo coronavírus havia sido reativado em seu organismo.

No dia 25 de setembro, Ana Paula comunicou aos seguidores o segundo resultado positivo para a doença.

Ela morreu dia 4 de outubro, aos 30 anos, de câncer e de Covid-19. Deixa o marido Mário Júnior e a filha Nicoly.

coluna.obituario@grupofolha.com.br

Veja os anúncios de mortes

Veja os anúncios de missa

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.