Descrição de chapéu enem

Aplicada pela 1ª vez, prova digital do Enem 2020 começa hoje

Versão impressa do Enem foi marcada por relatos de aglomeração e candidatos barrados

Ana Carla Bermúdez
São Paulo | UOL

Começam hoje as provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) digital, primeira aplicação da história do exame a ser realizada por computador.

Cerca de 93 mil candidatos devem participar do exame em 104 cidades espalhadas pelo país. As provas fazem parte da edição 2020 do Enem, cuja versão impressa aconteceu nos dias 17 e 24 de janeiro deste ano.

Por questões de segurança, não é possível fazer o Enem digital a partir de um computador próprio, em casa —os candidatos devem se deslocar até os locais de aplicação do exame. Devido à pandemia do coronavírus, é obrigatório o uso de máscara durtante toda a prova.

No Amazonas, onde o Enem digital seria aplicado para 2.896 candidatos, as provas foram suspensas em razão do estado de calamidade da pandemia no estado. A previsão é que estes candidatos participem da reaplicação do Enem, marcada para os dias 23 e 24 de fevereiro.

Neste domingo, os participantes do Enem digital farão as provas de ciências humanas, linguagens e a redação. Os portões dos locais de prova serão abertos às 11h30 e fechados às 13h, sempre de acordo com o horário de Brasília. As provas terão início às 13h30 e terminam às 19h.

Por se tratar de uma aplicação piloto, os candidatos responderão às questões de múltipla escolha no computador, mas ainda farão a prova de redação no papel.

Segundo o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), a medida acontece para garantir a comparabilidade entre todos os candidatos, tanto os que fizerem a prova digital como os que fizeram a versão impressa do Enem.

A previsão do MEC (Ministério da Educação) é que as provas do Enem sejam 100% digitais até 2026. Até lá, será feita uma transição gradual entre o modelo tradicional, impresso, e o formato digital. Entre os planos do ministério está a realização de várias aplicações do Enem ao longo de um mesmo ano.

A prova digital do Enem acontecerá em um ambiente isolado dentro do computador —assim, o candidato não consegue acessar outros programas instalados no equipamento, como o Word ou navegadores para acesso à internet, evitando fraudes ou "colas" no exame.

Além disso, cada participante receberá, já dentro da sala de aplicação, uma senha que deve ser inserida para que seja liberado o acesso à prova no computador. O sistema do Enem digital permitirá que o candidato avance entre as diferentes questões da prova e volte para alguma delas depois, assim como acontece no exame aplicado em papel.

Assim como na versão tradicional do Enem, o exame digital acontece em dois dias. Na semana que vem, no dia 7 de fevereiro, será a vez das questões de matemática e ciências da natureza.

Nesta primeira aplicação do Enem por computador só poderão participar os concluintes do ensino médio e aqueles que já tiverem concluído essa etapa do ensino em anos anteriores. Não haverá participação de treineiros. Também não haverá atendimento especializado nesta edição.

A versão impressa do Enem 2020, aplicada nos dias 17 e 24 de janeiro, foi marcada por uma abstenção recorde: mais de metade dos cerca de 5 milhões de inscritos (55,3%) não compareceu ao exame.

Mesmo com a quantidade surpreendente de faltosos, o Enem 2020 teve uma série de problemas logísticos: houve denúncias de aglomeração e relatos de candidatos que foram barrados e impedidos de fazer a prova devido à superlotação de algumas salas.

Apesar dos relatos de aglomeração e da alta taxa de abstenção, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, classificou a realização do primeiro dia de provas do Enem impresso como um "sucesso".

Já após o segundo e último dia da prova, o presidente do Inep, Alexandre Lopes, afirmou que a abstenção de 55,3% ficou acima do esperado.

"Foi mais do que a gente estava esperando, mas eu gosto de olhar o copo meio cheio. Então 2,5 milhões de pessoas conseguiram fazer o Enem neste ambiente de pandemia. Outros países não fizeram", declarou.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.