Descrição de chapéu Coronavírus réveillon

PM lança bombas de gás para encerrar luau clandestino de Réveillon em praia badalada de SP

Corporação diz que usou bombas para dispersar a multidão da praia de Riviera de São Lourenço após ser hostilizada

São Paulo

A comemoração do Réveillon terminou à base de bomba na badalada praia de Riviera de São Lourenço, em Bertioga, no litoral norte de São Paulo.

Descumprindo um decreto municipal, centenas de jovens ocuparam a praia para um luau clandestino que comemorava a chegada do novo ano.

Os festejos avançaram por toda a madrugada desta sexta-feira (1º).

PMs dispersam multidão com bombas de gás na praia de Riviera de São Lourenço, no litoral de SP
PMs dispersam multidão com bombas de gás na praia de Riviera de São Lourenço, no litoral de SP - Reprodução

Imagens que circulam pela internet mostram que os frequentadores estavam aglomerados e poucos usavam máscara, item de proteção obrigatório em todo o estado de São Paulo.

As mesmas imagens também flagraram muitas brigas entre os frequentadores, que ingeriram elevada quantidade de bebida alcoólica e promoveram “pequenas festas” na praia com som alto.

Bertioga havia proibido o acesso às praias –incluindo faixa de areia, jardins e calçadões –, das 19h do dia 31 de dezembro até as 7h do dia 1º para conter aglomerações, uma medida importante na contenção da Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus.

Veranistas hospedados em apartamentos ao longo da orla registraram os tumultos em vídeo e acionaram a Polícia Militar.

A tropa da PM diz ter sido acionada por volta das 2h da madrugada. Enfileirados e seguindo protocolos para dispersão de multidões, a corporação passou a jogar bombas de gás lacrimogênio na areia da praia.

Vídeos mostram que assim que avançava pela areia, novas bombas eram lançadas pela tropa.

Por meio da secretaria de Segurança Pública da gestão Doria (PSDB), a PM disse que foi hostilizada e recebida com pedras, garrafas e pedaços de madeira lançados pelos frequentadores da praia.

"Foi necessário o uso de munições de menor potencial ofensivo para dispersar a multidão. Não houve registro de feridos ou detidos", informou a PM por nota.

Segundo a corporação, ao menos 1.160 suspeitos, sendo 333 procurados pela Justiça, foram presos no estado de São Paulo ao longo de 2020 na operação Paz e Proteção, que busca coibir pancadões e aglomerações.

A mesma ação também resultou na apreensão de 534 veículos irregulares, 1.25 armas de fogo e, 1,3 tonelada de drogas, além de 3.238 autuações de trânsito.

O luau não foi organizado por nenhuma empresa de eventos. O encontro é promovido espontaneamente há vários anos pelas redes sociais.

A Associação dos Amigos da Riviera de São Lourenço, no entanto, informou que há muitos anos vem alertando as autoridades de segurança pública sobre os exageros cometidos por banhistas que passam o Réveillon na Riviera.

Desde a 0h do dia 1º, todas as cidades paulistas entraram na fase vermelha, a mais restritiva da quarentena contra a pandemia de Covid-19 e que só permite o funcionamento de serviços essenciais. A medida seguirá em vigor até o domingo (3) para frear o avanço da doença no estado.

Bertioga acumulava 2.457 casos confirmados e 48 óbitos por Covid-19 até o dia 1º, segundo a prefeitura.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.