Presidente de órgão de saneamento em MT é morta em emboscada

Polícia Civil suspeita que crime tenha sido encomendado; motivação é investigada

Pablo Rodrigo
Cuiabá

A presidente do Sanear (Serviço de Saneamento Ambiental) do município de Rondonópolis (215 km de Cuiabá), Terezinha Silva Souza, foi assassinada nesta sexta-feira (15) após ser alvo de uma emboscada.

Ela passava de carro pela região central da cidade para ir para o trabalho. Ao parar em um semáforo, uma moto se aproximou com dois homens, que efetuaram vários disparos contra a vítima.

Terezinha estava na parte de trás da caminhonete e foi alvejada por vários tiros. Os assassinos estavam em uma motocicleta CB 300 vermelha e fugiram do local.

Terezinha Silva, presidente do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (MT). ( Foto: Divulgação/Sanear) - Sanear/Divulgação

O motorista de Terezinha, que conduzia o veículo não foi ferido. Ele tentou socorrer a diretora levando-a para o hospital Santa Casa de Misericórdia do município, mas ela já chegou sem vida.

Um inquérito foi aberto pela Polícia Civil de Mato Grosso para apurar o caso. O fato de o motorista não ter sido atingido, segundo os investigadores, reforça a tese inicial de crime encomendado.

O motorista, que é a principal testemunha do caso e deverá ser ouvido pelos investigadores ainda nesta sexta-feira.

Câmeras de vídeos que estão sendo analisadas pela polícia mostram a perseguição dos motoqueiros à vítima pelas ruas da cidade.

Em nota, a prefeitura de Rondonôpolis lamentou a morte da presidente do órgão de saneamento.

“É com profundo pesar que o Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis – Sanear– recebeu a informação da morte da diretora presidente da autarquia”, diz trecho da nota emitida pela prefeitura de Rondonópolis.

Terezinha Silva Souza era das principais integrantes da gestão do prefeito José Carlos do Pátio (SD), o Zé do Pátio, e já atuava como presidente da Sanear em gestões anteriores do prefeito.

Ela também foi a responsável financeira pela campanha de reeleição de Zé do Pátio no ano passado.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.