Prefeito de Curitiba é internado após sofrer AVC

Segundo boletim, Rafael Greca (DEM) não apresenta comprometimento cognitivo ou motor

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Curitiba

O prefeito de Curitiba, Rafael Greca (DEM), sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) isquêmico na manhã desta terça-feira (20). Ele foi internado para observação e, segundo nota divulgada pela prefeitura, não apresenta comprometimento cognitivo ou motor.

Segundo o boletim, Greca teve uma indisposição e seguiu para o Hospital Nossa Senhora das Graças, na capital, para receber atendimento. Na unidade, os médicos diagnosticaram o AVC.

De acordo com o hospital, Greca “encontra-se clinicamente alerta, em bom estado geral, com sinais vitais estáveis, participativo e dialogando”. Ainda não há previsão de alta.

O prefeito de Curitiba, Rafael Greca, que teve um AVC e precisou ser internado - Reprodução/ Prefeitura de Curitiba

O AVC isquêmico, popularmente conhecido como derrame, é causado pela obstrução de uma artéria, impedindo a passagem de oxigênio para as células cerebrais. Essa obstrução pode acontecer devido a um trombo (trombose) ou a um êmbolo (embolia).

Entre os fatores de risco para o AVC estão hipertensão, diabetes, colesterol alto e obesidade. Segundo as orientações do Ministério da Saúde, quanto mais rápido o diagnóstico, maiores são as chances de não haver complicações, como paralisia ou problemas de visão.

Em setembro do ano passado, o prefeito e a esposa dele, Margarita Sanson, foram diagnosticados com Covid-19. Ele permaneceu internado por três dias.

Greca, que tem 65 anos de idade, recebeu a primeira dose da Coronavac, contra a Covid-19, no último sábado (17). Não há indícios de que o episódio desta terça tenha relação com a imunização.

Logo que assumiu a prefeitura em 2017, Greca, que foi reeleito no ano passado, teve uma tromboembolia pulmonar e ficou internado por uma semana.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.