Descrição de chapéu Chuvas clima chuva

SP e Paraná terão queda de temperatura e tempestade a partir de sexta

Volume de chuva previsto, 50 milímetros no sábado, coloca Defesa Civil em alerta

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo e Florianópolis

Após dias de intenso calor, a temperatura despencará em torno de 10°C em São Paulo e no Paraná entre esta quinta-feira (27) e o sábado (29). Além dessa mudança, está previsto um grande volume de chuva, pelo menos, até segunda (31) em todo o estado paulista.

O cenário preocupa a Defesa Civil, que emitiu um comunicado de alerta à população na tarde desta quinta.

"Recomenda-se atenção especial às áreas mais vulneráveis, pois há risco de deslizamentos, desabamentos, alagamentos, enchentes e ocorrências relacionadas a raios e ventos", afirma, em nota.

Enquanto a máxima desta quinta é de 31°C na capital paulista, a de sábado e a de domingo não devem ultrapassar 23°C, de acordo com os dados do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). No domingo chegará a 22°C.

Vista do parque Ibirapuera e da avenida 23 de Maio durante a tempestade desta terça em São Paulo
Vista do parque Ibirapuera e da avenida 23 de Maio durante tempestade em São Paulo - Igor Gielow/Folhapress

Em Santos, a previsão é de chuva intensa, ventos fortes, maré alta e ressaca entre esta quinta e domingo, de acordo com a Defesa Civil da cidade.

Segundo a Marinha, nesta sexta o município do litoral paulista deve ter pancadas de chuva fortes, raios e ventos que podem chegar a 75km/h. Sábado e domingo também devem ter chuva persistente.

Há previsão de mar agitado, com ondas de até 2,3m na baía de Santos, até domingo, assim como é possível que a cidade tenha alagamentos.

Em Curitiba, a máxima deve atingir 17°C no sábado. A registrada nesta quinta é de 28°C, informa o Inmet.

A mudança é fruto da chegada de uma frente fria, que atualmente atinge Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

"Há uma formação de baixa pressão atmosférica [associada com formação de nuvens e chuva] entre a costa do Paraná e São Paulo. No sábado, teremos um forte corredor de umidade que alimentará ainda mais essa frente fria", afirma a meteorologista Carine Gama, da empresa Climatempo.

A capital deverá receber um volume de chuva acima do normal por esses dias, algo em torno de 50 milímetros no sábado, prevê Gama.

A média, em São Paulo, durante todo o mês de janeiro é de 255,7 milímetros, segundo o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergência).

Adilson Nazário, técnico em meteorologia do CGE da prefeitura de São Paulo, diz que a tempestade, no final de semana, deverá ajudar a cidade atingir o nível de chuva esperado em janeiro.

"Até o dia 27 contabilizamos 181,4 milímetros de chuva no mês", conta.

No domingo e na segunda, o volume de chuva poderá ser de 45 e 40 milímetros, respectivamente. As tempestades só deverão cessar a partir de terça-feira (1º).

"A chuva intensa deverá permanecer até segunda. A partir disso, a temperatura não passará de 30°C, pelo menos, nos dez primeiros dias de fevereiro", afirma Gama.

Ainda nesta sexta também há previsão de temporal, com possibilidade de granizo, e a máxima é 25°C.

Em Porto Alegre, um temporal provocou nesta quarta-feira (26) alagamentos e estragos em hospitais e prédios residenciais. Em um estacionamento do shopping Praia de Belas, os motoristas precisaram ser retirados com a ajuda de botes.

Segundo a Prefeitura de Porto Alegre, choveu 50 milímetros em três horas.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.