Descrição de chapéu Mobilidade transporte público

Linha 11-coral da CPTM circula com velocidade reduzida devido a obra de emergência

Temporal danificou galeria pluvial que passa sob os trilhos entre as estações Tatuapé e Corinthians-Itaquera

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Os trens da linha 11-coral da CPTM estão circulando com velocidade reduzida devido a uma obra de emergência por danos causados pelas chuvas dos últimos dias. Com isso, os passageiros enfrentaram trens lotados e maior tempo de espera entre as composições na manhã desta terça-feira (8).

A galeria de águas pluviais que passa sob os trilhos da linha 11, entre as estações Tatuapé e Corinthians-Itaquera, na zona leste, se rompeu, abrindo um buraco. Por esse motivo, a circulação dos trens nesse trecho está sendo realizada por via única.

Imagem aérea da obra na linha 11 - Coral da CPTM
Imagem aérea da obra na linha 11 -coral da CPTM - Reprodução/TV Globo

​A Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras realiza a manutenção no local desde a tarde desta segunda-feira (7). Os reparos devem se estender por 45 dias inicialmente, segundo a prefeitura.

A empresa contratada fará a recomposição da galeria e o suporte para os trilhos no trecho afetado, segundo nota enviada à Folha. A CPTM não informou se a circulação dos trens continuará sendo feita por uma só via durante todo o tempo da obra e a previsão de normalização no tempo de intervalo entre as composições.

Como alternativa, a CPTM informa que os passageiros poderão fazer a integração gratuita com a linha 3-vermelha do metrô nas estações Tatuapé e Corinthians-Itaquera e isso que permanecerá até o fim das obras.

Nas redes sociais, usuários da linha mostram as plataformas das estações e os trens lotados.

Na última quarta-feira (2), um princípio de incêndio em cabos externos da linha 9-esmeralda causou a interrupção na circulação dos trens.

​Segundo a ViaMobilidade, empresa que administra as linhas 8 e 9 a pouco mais de um mês, a pane aconteceu nos cabos que cruzam as vias entre as estações Santo Amaro e João Dias. Por esse motivo, algumas estações foram fechadas e abertas após cerca de duas horas.

No dia 14 de fevereiro, a circulação de trens na linha 9-esmeralda também foi totalmente interrompida entre as estações Grajaú e Jurubatuba, na zona sul, após uma falha elétrica. O problema provocou o fechamento das estações em horário de pico em São Paulo.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Leia tudo sobre o tema e siga:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.