Descrição de chapéu chuva

Frente fria traz chuva na sexta e frio no sábado para SP

Capital deve ter apenas chuva fraca; temperaturas devem subir de volta no domingo

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Uma frente fria que se aproxima do Sudeste brasileiro pelo litoral deve causar chuva nesta sexta (29) e derrubar a temperatura no sábado (30) no estado de São Paulo.

A chuva deve se concentrar na Baixada Santista e nos litorais norte e sul, devido à passagem da frente fria oceânica, de baixa intensidade. Na Grande São Paulo, a previsão é que ela seja fraca, afirma Adilson Nazario, técnico em meteorologia do CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas) da prefeitura da capital paulista.

Chove no litoral paulista, capital e Grande São Paulo nesta sexta (29)
Nuvens de chuva próximas ao parque do Ibirapuera, em São Paulo, em fevereiro - Mathilde Missioneiro - 6.fev.22/Folhapress

O estado vem de uma sequência de dias com altas temperaturas e baixa umidade relativa do ar, abaixo dos 30%. Em alguns municípios, esse índice chegou a ficar abaixo de 20%, em especial no norte e no oeste paulista, segundo a Climatempo.

Nazario explica que a massa de ar seco estava bloqueando a passagem de frentes frias e inibindo a formação de nuvens carregadas de chuva. "Isso é bastante comum nessa época do ano. É uma tendência que vem se confirmando", afirma.

A temperatura cai no sábado devido à influência da frente fria, mas volta a subir já domingo (veja a previsão na sua cidade). Isso acontece porque dessa vez a frente fria não vem acompanhada de ar frio polar.

A temperatura deve cair mesmo, como esperado, em maio graças ao ar frio polar e às frentes frias comuns para essa época do ano.

O interior do estado pode até não ter chuvas agora. Em compensação, um vento quente e úmido vindo da região centro-norte do país deve causar desconforto.

Já na capital, deve chover fraco durante a tarde e noite, mas não o suficiente para que a média esperada para abril seja alcançada.

Este foi um mês seco na cidade de São Paulo, o terceiro abril consecutivo com chuva abaixo do esperado. Até às 7h desta quinta (28), o acumulado na capital paulista era de 26 mm, representando 45% menos do que os 64,2 mm esperados para este mês.

Na série histórica da cidade, iniciada em 1995, o abril mais seco foi o de 2016, com um total de 3,2 mm durante todo o mês. "Foi praticamente uma garoa", explica o meteorologista. O abril mais chuvoso, em contrapartida, foi o de 2012, com 145,3 mm.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Leia tudo sobre o tema e siga:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.