Descrição de chapéu Enem

'Show dos atrasados' encolhe no 2º dia do Enem e perde espaço para plateia de apoio

Grupo levou cartazes de incentivo e abraçou candidata que perdeu o horário

Anna Satie
São Paulo

No segundo dia do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), o público que foi à porta do exame rir de alunos atrasados perdeu espaço para uma plateia reunida para incentivar os candidatos.

Na Uninove Barra Funda, um dos locais com mais inscritos em São Paulo, voluntários erguiam cartazes com dizeres como "boa prova", "não há nada como um sonho pra criar o futuro" e "seu esforço não é em vão".

 

Na semana passada, quando foi aplicada a prova de linguagens, ciências humanas e redação, espectadores chegaram a levar cadeira de praia e bebidas alcoólicas para zombar de que quem perdeu a hora.

Já neste domingo (11) uma única candidata chegou atrasada e foi abraçada por um grupo de voluntários, que lhe disseram: "uma prova não te define".

Um das que foi ao local com palavras de apoio foi a empreendedora Naara Saboia, 30, que participa desse projeto desde 2012, levando incentivo a filas de vestibular.

"Você não tem só uma chance. As respostas estão lá, mas às vezes, o nervosismo não deixa que os alunos lembrem", diz. "Queremos trazer um pouco de afeto e ajudar essas pessoas emocionalmente".

O estudante Vinícius Miyazaki, 18, avaliou que o clima de fato estava mais tranquilo neste domingo. "Quem não conseguiu entrar no primeiro dia não vem mais. Aí não tem tanta expectativa pelos atrasados", opina.

Os candidatos tem neste domingo (11) cinco horas e meia para responder questões de matemática e ciências da natureza (física, química e biologia).

O exame, que completa 20 anos, recebeu 5,5 milhões de inscrições neste ano. No último domingo (4), entretanto, 1,3 milhão de candidatos faltaram, ou seja, 25% do total —o índice foi o menor desde 2009.


   

 
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.