Ministro da Educação toca Luiz Gonzaga para provar origem cearense

Vídeo foi gravado em maio durante vista do deputado federal Dr. Jaziel (PL-CE) ao ministério da Educação

João Pedro Pitombo
Salvador

Paulistano, o ministro da Educação Abraham Weintraub gravou um vídeo no qual afirma ter família cearense e, “para provar” sua ascendência, toca em sua gaita a música “Baião”. A composição é do pernambucano Luiz Gonzaga e do cearense Humberto Teixeira. 

O vídeo foi gravado em maio durante uma vista do deputado federal Dr. Jaziel (PL-CE) ao ministério da Educação e divulgado nas redes sociais do deputado.

“Estão falando por aí que minha família não é do Ceará. O Dr. Jaziel é testemunha que eu tenho os dois pés lá no Ceará. Um abraço para Santa Quitéria, um abraço para Ipu e para a metrópole Estados Unidos do Sobral”, afirmou o ministro, que nasceu em São Paulo (SP).  

O deputado, por sua vez, afirma no vídeo que o ministro “já provou que é cearense de sangue”: “É um cearense ilustre que está aqui em Brasília e vai ajudar o Ceará e o Brasil”, afirma.

Ministro Abraham Weintraub canta ao lado de deputado
Ministro Abraham Weintraub canta ao lado de deputado - Reprodução

Há 20 dias, quando participou de uma sabatina na Câmara dos Deputados, o ministro já havia afirmado ter família no Ceará – disse ser descendente dos Vasconcelos da cidade de Sobral e dos Aragão da cidade de Ipu. “Eu não sou cearense, mas minha família tem raízes profundas no Ceará [...] Eu duvido alguém aqui tocar xote como eu toco”, disse.  

Na ocasião, afirmação gerou estranheza em deputados federais cearenses, que desconheciam a ascendência do ministro. 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.