Descrição de chapéu Enem

MEC quer reunir serviços de inscrições para bolsas e exames em nova plataforma

Login único deve dar acesso a 99 serviços do ministério; site deve entrar no ar em 2020

Brasília

O Ministério da Educação anunciou nesta segunda-feira (29) um plano para migrar para uma única plataforma o acesso a diferentes serviços da pasta, como inscrições para exames, bolsa de pesquisa e Fies.

Ao todo, 99 serviços devem ser incluídos no modelo, que prevê acesso por meio da plataforma Gov.br. A lista ainda não foi divulgada.

Segundo o diretor de tecnologia da informação, Daniel Miranda Rogério, haverá datas diferentes para implementação e integração à base de cada serviço.

Para o Enem, a ideia é que a nova plataforma passe a ser utilizada no próximo ano para inscrições. A migração dos demais serviços deverá ocorrer até 2020.

Com a mudança, os usuários poderão acessar os serviços na plataforma com um só login. A estimativa da pasta é que a medida traga economia de R$ 32,5 milhões por ano após a implementação completa.

Apesar da mudança, contudo, nem todos os serviços devem ser 100% digitais, segundo a pasta. O Enem continuará sendo feito por exames presenciais.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.