Descrição de chapéu Enem

Novas tecnologias de estudo para o Enem incluem ajuda de robô por celular

Podcasts e canais de vídeo também ajudam participantes a reforçar o preparo para o exame

Ricardo Hiar
São Paulo

Falta de tempo e de dinheiro para frequentar um cursinho é algo que sempre atrapalhou os participantes do Enem e dos demais vestibulares do país. Cada vez mais, porém, ferramentas digitais têm ajudado a amenizar esse problema.

Plataformas educacionais, canais de vídeo, podcasts e até grupos no WhatsApp oferecem conteúdos didáticos e atendimento personalizado para milhares de estudantes.

Foi pensando nesse público que a Fundação 1Bi, do Grupo Movile, desenvolveu o AprendiZap Enem, em parceria com a plataforma educacional Descomplica. Com a ferramenta, o estudante interage pelo WhatsApp com um bot —espécie de robô— que envia conteúdos de acordo com as mensagens do usuário.

Estudante durante aula no Cursinho da Poli, em São Paulo
Estudante durante aula no Cursinho da Poli, em São Paulo - Zanone Fraissat/Folhapress

“Escolhemos trabalhar com o WhatsApp porque é gratuito e muitos jovens têm acesso hoje em dia”, diz Matheus Fonseca, diretor da 1Bi. No ar desde agosto, o AprendiZap tem hoje mais de 12 mil usuários.

Outro recurso muito acessado pelos estudantes são os canais de vídeo. Especialistas acumulam milhares de visualizações com conteúdos de português, matemática, história, geografia, inglês e conhecimentos gerais. 

O professor Daniel Ferretto, hoje um dos maiores influenciadores digitais em matemática da América Latina, apostou num canal para desmistificar a área de exatas. Tem hoje mais de 2 milhões de inscritos.

Ele diz ver o estudo à distância tanto como um aliado dos cursos presenciais, ao funcionar como um complemento, como uma possibilidade para quem quer estudar exclusivamente online, com a vantagem da flexibilidade de horários.

Para o professor Ademar Celedônio, diretor de ensino e inovações educacionais no SAS Plataforma de Educação, os recursos tecnológicos estão cada vez mais comuns porque boa parte dos estudantes já cresceu imersa no mundo digital.

A SAS oferece tarefas online em todas as disciplinas e avalia o aprendizado dos alunos. Eles podem realizar seis simulados ao ano no padrão do Enem. Na correção do material, é identificado o déficit de cada um e quais competências é preciso melhorar.

Para quem tem uma rotina agitada e não consegue parar para assistir aos vídeos, há ainda recursos em áudio que podem ser acessados a qualquer hora e em qualquer lugar. 

Em alta, os podcasts também estão entre as ferramentas cada vez mais acessadas por estudantes. O Xadrez Verbal, por exemplo, reúne assuntos de ciências humanas, incluindo política e história. Já o Nerd Cursos tem episódios sobre física, química e biologia. O Aprenda inglês, com música, é opção para reforço em língua estrangeira.
 

CANAIS E PODCASTS QUE PODEM AUXILIAR NOS ESTUDOS 

Youtube

  • Ferretto Matemática: Professor simplifica o aprendizado da disciplina
  • Química simples: Dividido por canais, ajuda a estudar todo o conteúdo do ensino médio na disciplina
  • Biologia Total: Linguagem simples e bem humorada para ensinar biologia e atualidades
  • JeanGrafia: Conteúdo sobre geografia do professor Jean Azevedo
  • História do Brasil pelo Brasil: Focado em história, também ajuda na redação do Enem

Podcasts

  • Resumov: Dicas da professora do ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica) Susane Ribeiro
  • Nerd Cursos: Mais de 100 episódios e conteúdo de física, química e biologia
  • Scicast: Situações do dia a dia são usadas para explicar matemática, química e física
  • Educacast: Com humor, possui variados conteúdos que caem no Enem
Erramos: o texto foi alterado

O nome do professor Daniel Ferretto havia sido grafado incorretamente como Gabriel. O texto já foi corrigido. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.