Declaração sobre peixe inteligente que foge de óleo aparece em vestibular no Ceará

Em meio à crise do derramamento de petróleo no Nordeste, secretário de pesca disse que consumo de peixe de locais afetados era seguro

Salvador

A polêmica declaração do secretário nacional de Aquicultura e Pesca, Jorge Seif Júnior, de que os peixes são inteligentes e fogem das mantas de óleo no mar foi utilizada em uma questão da prova do vestibular da UECE (Universidade Estadual do Ceará).
 
A declaração constava em uma das questões da prova do vestibular, realizado neste domingo (15), sobre os danos decorrentes do derramamento de óleo desde o início do mês de agosto atinge as praias dos nove estados nordestinos, do Espírito Santo e Rio de Janeiro.

Jorge Seif Júnior com presidente Jair Bolsonaro
O secretário nacional de Aquicultura e Pesca Jorge Seif Júnior ao lado do presidente Jair Bolsonaro - Reprodução/Twiiter

A questão afirmava em seu anunciado que o desastre ambiental causado pelo derramamento de petróleo “preocupa, pois, de acordo com cientistas, os danos causados vão durar décadas”. E pedia ao candidato que assinalasse qual das cinco alternativas era a verdadeira.
 
Uma delas, considerada incorreta segundo o gabarito da prova, dizia que “O peixe é inteligente e desvia-se do petróleo: por isso, o consumo de peixes provenientes dos locais contaminados não oferece risco de contaminação para o homem”.
 
Em 31 de outubro deste ano, no auge da crise do derramamento de óleo nas praias nordestinas, Jorge Seif Júnior, afirmou em live ao lado de Jair Bolsonaro que o consumo de pescados do litoral nordestino não oferecia riscos à saúde das pessoas.
 
“O peixe é um bicho inteligente. Quando ele vê uma manta de óleo ali, capitão, ele foge, ele tem medo. Então, obviamente, você pode consumir o seu peixinho sem problema nenhum. Lagosta, camarão, tudo perfeitamente sano, capitão”, afirmou o secretário da Pesca. 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.