Fuvest tem instabilidade em prova de idiomas online e candidatos ficam sem exame

Testes de quatro idiomas são parte de avaliação para ingresso em cursos de pós-graduação na Faculdade de Direito da USP

São Paulo

Candidatos ao ingresso na pós-graduação da Faculdade de Direito da USP tiveram problemas para fazer o exame de proficiência online, marcado para este domingo (12). Instável, o sistema desconectava com frequência nas provas de alemão e francês e impediu diversos candidatos de realizar a prova de inglês. A prova de italiano está marcada para 16 h.

A prova de inglês, com mais candidatos, apresentou sinais de problemas antes do início. Candidatos relatam que o link para acessar a prova, conforme indicação da Fuvest, deveria aparecer às 10h30 na área do candidato no site, o que não aconteceu. Quandos surgiu, às 11h, o link levava para uma tela com a mensagem "prova encerrada".

Alguns candidatos conseguiram entrar no ambiente do exame, mas o sistema desconectava com frequência.

Devido à pandemia do novo coronavírus, essa é a primeira vez que a Faculdade de Direito da USP, fundada em 1827, faz seu processo seletivo de pós-graduação pela internet.

Ainda durante o horário de exame de inglês, a Fuvest enviou e-mail para os candidatos reconhecendo a instabilidade do sistema e dizendo que estava "tentando contornar o problema".

O candidato Fernando Rocha não conseguiu acessar a prova. "Só apareceu mensagem de que houve instabilidade. De fato, no entanto, não consegui sequer visualizar a prova e o ambiente virtual ficou fora do ar."

"Aparecia erro, e depois a mensagem de prova encerrada", diz Rayssa Fonseca, outra candidata. Após os erros apresentados pelo sistema, Fonseca também não conseguiu mais acessar a área do candidato no site.

Segundo o edital do processo seletivo, a Fuvest e a Faculdade de Direito da USP "não se responsabilizam por problemas de ordem técnica que possam acontecer, por exemplo, falha de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação e outros fatores que impossibilitem a realização da prova".

A Fuvest, por meio de nota, reconheceu "problemas técnicos enfrentados durante a realização da prova de proficiência em inglês".

Segundo a nota, "um grupo considerável de candidatos realizou a prova sem qualquer instabilidade".

Diante da instabilidade para os outros candidatos, a Fuvest diz que "todos os inscritos na prova de inglês serão convocados para a prova de conhecimentos jurídicos e poderão prosseguir no processo seletivo".

"Os candidatos que não lograram aprovação, bem como aqueles que não conseguiram fazer a prova terão a oportunidade de realizá-la (após a segunda fase), em data a ser oportunamente comunicada."

A nota também ressalta que a realização das provas online "se fez necessária em razão da pandemia" e que "a única alternativa possível era a não realização do processo seletivo".

A Fuvest ainda vai analisar problemas que ocorreram nos testes de outros idiomas além do inglês.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.