Simbiose Social promove debate sobre impacto sob o viés da tecnologia

Terceiro evento da série Impact Talks contará com participação de Ahi Gvirtsman nesta segunda-feira (1º)

São Paulo

A Simbiose Social, fundada pelos empreendedores Mathieu Anduze e Raphael Mayer, vencedores do Prêmio Empreendedor Social de Futuro de 2018, promove nesta segunda-feira (1º) um debate sobre o uso da tecnologia para gerar impacto social.

Sob o nome "Robôs Heróis - A Fronteira da Tecnologia a Favor do Impacto", o evento, gratuito, contará com a participação de Ahi Gvirtsman, autor de "The PEAK innovation principles" (2017) e que lecionou nas Universidades de Stanford e Tel Aviv. Lançando mão de exemplos de iniciativas em seu país que elevam o impacto social e ambiental, ele falará sobre princípios que norteiam uma estrutura de inovação e que podem ser aplicados por qualquer organização, de forma sistemática.

Além dele, participarão das discussões Pedro Paulo Lins e Silva, cofundador da WeLight, Mariana Fonseca, cofundadora da Pipe.Social, Philippe Magno, um dos criadores da Hands Free, e Christian Geronasso, especialista em transformação digital da SAP.

O norte do debate será montar um mapa das tecnologias usadas para gerar impacto social e mostrar como se pode mensurar seu efeito usando blockchain.

Para participar do evento, basta se inscrever no link abaixo:

https://www.eventbrite.com.br/e/impact-talks-3a-edicao-robos-herois-tickets-58672845059?aff=PART NER 

O evento é o terceiro da série "Impact Talks", criada pela Simbiose Social para disseminar conhecimento e fomentar discussões qualificadas em torno de diversos temas, tendo o impacto como fator comum. A primeira edição tratou do uso da tecnologia no investimento social privado e incentivado, e o seguinte, sobre o novo governo e as perspectivas de investimento social no contexto político-econômico.

O debate desta segunda-feira acontece no auditório do InovaBra Habitat, na Av. Angélica, 2.529, das 8h30 às 12h. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.