Festival celebra empreendedorismo periférico no Grajaú, em SP

Curadoria defende o resgate da ancestralidade no futuro das periferias

Giovanna Reis
São Paulo

Uma programação gratuita que celebra a inovação e o empreendedorismo de impacto social. Esse é o mote do Festival Red Bull Amaphiko, no domingo (4), no Centro Cultural do Grajaú. Dentre as principais atrações, estão a fala da escritora Maria Vilani, mãe do rapper Criolo, e o show PretaLeveza, com as cantoras Bia Ferreira e Doralyce.

Festival acontece pela segunda vez no Grajaú e traz programação pautada em ancestralidade e empreendedorismo
Festival acontece pela segunda vez no Grajaú e traz programação pautada em ancestralidade e empreendedorismo - Felipe Gabriel/Red Bull Content Pool/Divulgação

A quarta edição do evento promove oficinas, exposições, feiras e workshops ministrados por empreendedores sociais que trazem as diferentes realidades econômicas das periferias na cidade. Serão oito horas de muita música, arte e diálogos que refletem as novas formas de pensar as culturas periféricas.

O Festival Red Bull Amaphiko tem sua curadoria construída em torno do conceito de Futuro Ancestral, que consiste no uso da ancestralidade como ferramenta para inventar uma possibilidade de futuro.

O evento é gratuito e sua programação pode ser conferida no site

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.