Campanha Abrace o Semiárido arrecada recursos para famílias de baixa renda

Movimento pretende construir 21 novas cisternas com as doações

São Paulo

O Centro de Educação Popular e Formação Social (CEPFS) tem até sexta-feira (31) para alcançar R$ 38.000,00 em doações, meta da campanha Abrace o Semiárido, impulsionada pelo Movimento DoaBrasil.

O dinheiro arrecadado pela ONG de José Dias, integrante das redes Folha de Empreendedores Socioambientais e Ashoka Brasil, será destinado à construção de cisternas para famílias de baixa renda do semiárido, com dificuldade de acesso à água potável.

Entre 2017 e 2018, a campanha Abrace o Semiárido construiu 48 cisternas na região do semiárido brasileiro, levando água potável para quase 200 pessoas de baixa renda - Renato Stockler

Cisternas são tipos de caixas d'água feitas de alvenaria ou plástico modular, específicas para o armazenamento de água das chuvas, captada por calhas e dutos.

Com a campanha, o espera-se que o CEPFS construa mais 21 cisternas em 2020, totalizando 69 em três anos. No ar desde novembro, a Abrace o Semiárido já alcançou 91% do objetivo e tem mais três dias para concluir a missão.

As doações devem ser feitas no site do DoaBrasil. São oferecidas recompensas para quem doar entre R$ 25 e R$ 1.800, mas interessados podem fornecer qualquer valor à campanha.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.