Fundação oferece cursos profissionais gratuitos para deficientes visuais

Interessados devem ter mais de 18 anos e ensino médio completo ou em curso

Com o intuito de formar, incluir e conferir mais independência de pessoas cegas ou com baixa visão, a Fundação Dorina Nowill para Cegos abriu inscrições para seis cursos livres de qualificação profissional, voltados exclusivamente a pessoas com deficiência visual.

As vagas são limitadas e as inscrições podem ser feitas via formulário ou telefone, no número (11) 5087-0998.

Os cursos são de informática para o mundo do trabalho, atendimento ao cliente, massoterapia, empreendedorismo, auxiliar administrativo e desenvolvendo talentos.

A escola onde Marina Guimarães dança balé, especializada no trabalho com cegos, comprou o equipamento para deixar disponível em sua biblioteca - Folhapress

O curso de informática para o mundo do trabalho engloba conhecimentos básicos dos softwares do pacote Office (Windows, Word, Excel, Outlook), além de internet e digitação, com a utilização do leitor de tela NVDA (NonVisual Desktop Access).

Já o de atendimento ao cliente capacita jovens e adultos nos meios telefônico, presencial e digital, proporcionando experiências reais em diferentes situações que envolvam o contato com o público.

O de auxiliar administrativo fornece conhecimentos sobre as funções e rotinas administrativas, bem como dinâmica e o funcionamento básico de uma organização, linguagem empresarial e postura profissional.

No curso de desenvolvimento de talentos, o participante terá a oportunidade de promover o autoconhecimento, desenvolver a autoconfiança e estimular a comunicação, expressão corporal e criatividade por meio de jogos teatrais.

Já nas aulas de massoterapia, os alunos aprenderão técnicas de massagem rápida e reflexologia, sempre com capacitação comportamental e foco na empregabilidade.

Por fim, para aqueles que desejam abrir seu próprio negócio, a Fundação oferece o curso de empreendedorismo, que aborda vários eixos temáticos do mundo mercadológico como tendências, inovação e sustentabilidade.

Os interessados devem ter mais de 18 anos, ensino médio completo ou em conclusão, e não podem ser aposentados por invalidez.

Vale ressaltar que os cursos de atendimento ao cliente e auxiliar administrativo exigem conhecimento prévio em Informática.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.