Empreendedorismo social se torna disciplina em escolas

Eletiva entra em vigor esse ano para alunos de escolas parceiras da Geekie

São Paulo

Referência no Brasil em educação com apoio de inovação e tecnologia, a Geekie anuncia uma parceria com a Artemisia para a criação de uma disciplina eletiva para alunos do ensino médio de escolas parcerias da empresa: empreendedorismo social.

O conteúdo estará disponível a partir de 2020 e antecipa as demandas da Base Nacional Comum Curricular. Na prática, a BNCC define o conjunto de aprendizagens essenciais que os alunos devem desenvolver ao longo das etapas e modalidades de ensino. 

Esse documento normativo regula as competências gerais e específicas que os estudantes precisam desenvolver como resultado do processo de aprendizagem. A meta é atingir uma formação humana integral para a construção de uma sociedade justa, democrática, inclusiva e sustentável.

Alunas usam a plataforma Geekie para melhorar seus estudos em colégio de São Paulo. A Geekie já alcançou mais de 5.00 escolas, impactando 12 milhões de estudantes - Renato Stockler/Folhapress

A disciplina exclusiva integra o conteúdo didático do Geekie One, nova dinâmica pedagógica alternativa aos sistemas de ensino, que integra material didático, tecnologia com intencionalidade pedagógica e consultoria parceira na jornada de inovação de cada escola. Além de empreendedorismo social, o conteúdo contará com as matérias criatividade e inovação e educação digital.

Segundo o vencedor do Prêmio Empreendedor Social de Futuro Claudio Sassaki, cofundador da Geekie e mestre em educação pela Universidade de Stanford, as disciplinas dialogam e têm sinergia com a trajetória da empresa, que passou pela aceleração da Artemisia e tem um sólido histórico de impacto social. Em sua trajetória, alcançou mais de 5.000 escolas públicas e privadas de todo o país, impactando cerca de 12 milhões de estudantes.

“A educação que precisamos para o país deve formar uma nova geração de brasileiros autônomos, críticos, inovadores, capazes de se reinventarem diante das novas demandas e das rápidas transformações mundiais", afirma o empreendedor. "E as disciplinas de empreendedorismo social, criatividade e inovação e educação digital promovem isso", finaliza. 

Na percepção de Maure Pessanha, diretora-executiva da Artemisia, a disciplina de empreendedorismo social serve ao duplo propósito de inspirar os jovens e auxiliá-los a pensar em como resolver problemas sociais reais.

“O exercício de empreender, no ambiente escolar, será permeado por um conteúdo formatado para provocar a descoberta e a investigação. Isso porque o empreendedorismo se dá no ato de fazer", aponta Pessanha. "Essa é uma disciplina que prepara o estudante para o futuro, independente se esse jovem vai empreender ou não”, salienta.

Para a criação da disciplina de empreendedorismo social, a Artemisia conduziu a curadoria de um conteúdo composto por metodologias proprietárias de aceleração e específico para o trabalho com jovens. A Geekie —com apoio da organização— vai conectar as escolas parceiras com negócios de impacto social e ONGs para que os alunos possam ter uma vivência prática da temática da disciplina.​

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.