Feira Preta comemora 18 anos de vida com documentário

Lançado pela PretaHub, mini-documentário é conduzido pela fundadora Adriana Barbosa

São Paulo

Em 2019, a Feira Preta, maior evento de cultura e empreendedorismo negro da América Latina, chegou à maioridade.

São 18 anos de fomento ao afroempreendedorismo, por meio da potência do trabalho de Adriana Barbosa,  CEO da PretaHub e fundadora da Feira Preta.

A empreendedora de 42 anos, que venceu a categoria de ONGs do Prêmio Empreendedor Social no ano passado, é quem conduz o mini-documentário de nome #FeiraPretaFaz18. Ela conta sobre as dores e delícias de quase duas décadas de trabalho na organização do evento, realizado anualmente na cidade de São Paulo, e o seu impacto para a população negra no Brasil.

O filme, produzido pela Terra Preta Produções, reúne imagens da edição de maioridade da Feira, que recebeu cerca de 40 mil pessoas, mais de 50 atrações, 170 empreendedores de dez diferentes estados brasileiros, além de Gana e Senegal. 

Foram também mais de 300 postos de trabalho gerados na pré-produção e produção do evento e mais de R$ 1,5 milhão circulados.

A Feira Preta 2019 é uma realização de PretaHub, com patrocínio master de iti Itaú, copatrocínio da Academia Assaí Bons Negócios, apoio institucional de British Council,  Fundação Tide Setubal, SEBRAE, Mercado Livre, Secretaria de Estado da Cultura, Memorial da América Latina e Instagram. Conta também com o apoio cultural de Converse, Kolene e Cavalera.​

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.