Maratona traz desafio tecnológico para impactar ONGs

Hackathon está com inscrições abertas para profissionais de tecnologia

São Paulo

Como aumentar o impacto de ONGs com soluções de tecnologia? Esse é o desafio proposto pela Fundação 1Bi, organização social apoiada pelo Grupo Movile, e o Atados, plataforma que conecta pessoas a oportunidades de voluntariado, no hackathon que ocorre no dia 28 de março, em São Paulo.

Os interessados podem se candidatar até o dia 18 de março pelo site do Hack for Good.

O objetivo é mostrar como as empresas podem contribuir para um impacto social positivo. O evento faz parte da programação do Dia das Boas Ações, realizado anualmente pelo Atados para promover o voluntariado.

Da esquerda para direita, Luís Madaleno, 25; João Paulo Padula, 25; Daniel Morais Assunção, 24; André Cervi, 25; e Bruno Tatarem, 25, são os fundadores do Atados - Renato Stockler/Folhapress

​A maratona de 12 horas será realizada no escritório da Movile, em São Paulo, das 9h às 21h. Podem participar pessoas que atuam nas áreas de tecnologia, dados, design e produto.

A melhor equipe será premiada com um Kindle para cada participante e uma mentoria com líderes do Grupo Movile e do Atados para execução da solução desenvolvida.

De acordo com a pesquisa Charity Landscape 2019, desenvolvida pela instituição britânica Charities Aid Foundation (CAF), 87% dos líderes de organizações não governamentais veem o investimento em tecnologia como uma prioridade, mas apenas 45% deles afirmam ter uma estratégia definida para lidar com as transformações nessa área.

Para iluminar um assunto relevante no cenário atual, o evento faz parte da programação de 2020 da rede Tech for Good, formada por Fundação 1Bi e Atados. Conta ainda com ações como o curso AI for Good, que ensina inteligência artificial para impacto social e um programa de aceleração para ONGs.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.