Virada Sustentável abre inscrições para sua edição de 10 anos

Edital permite inscrição para financiamento e adesão de projetos para compor a programação do evento, a ser realizado em São Paulo

São Paulo

Estão abertas as inscrições para a décima edição da Virada Sustentável 2020, que será realizada entre os dias 27 e 30 de agosto, em diferentes locais da região metropolitana de São Paulo.

Os interessados podem se inscrever até o dia 26 de abril no site oficial.

O edital recebe propostas de artistas, oficineiros, palestrantes, organizações, fundações, movimentos, coletivos, escolas, universidades e equipamentos culturais para integrar a programação do evento.

Intervenção "Forsythe", por Clarissa Lambert, na Virada Sustentável SP 2019
Intervenção "Forsythe", por Clarissa Lambert, na Virada Sustentável SP 2019 - Divulgação

Para participar, as iniciativas precisam ter um ou mais conteúdo relacionado aos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), que tratam de temas como consumo consciente, água, energias renováveis, biodiversidade, mudanças climáticas, mobilidade urbana, cidadania, inclusão social, entre outros.

"Chegamos aos dez anos da Virada Sustentável e faremos uma edição especial de comemoração este ano", conta André Palhano, idealizador da Virada Sustentável.

Cada proponente, sendo pessoa jurídica ou física, pode se inscrever individualmente ou como representante de um grupo e apresentar um ou mais projetos.

O conteúdo apresentado será analisado por uma comissão julgadora composta por especialistas e convidados. Poderão participar desde projetos que necessitem de divulgação a propostas que precisam de financiamento para serem realizadas. Não serão aceitos projetos de cunho partidário ou religioso ou que estimulem qualquer tipo de discriminação racial, social ou de credo.

Em 2019, os quatro dias de programação gratuita do evento reuniram mais de 600 atrações e atividades distribuídas pela Grande São Paulo, com público total de um milhão de pessoas.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.