Descrição de chapéu Coronavírus

Empresas amparam caminhoneiros durante a pandemia

Campanhas doam alimentos, itens de higiene e alimentos, além de vacinação e atendimento médico gratuito

São Paulo

Não existe quarentena na vida dos caminhoneiros, que passam seus dias e noites nas estradas. Para amparar estes profissionais de serviço essencial durante a pandemia, grandes empresas dos combustíveis lançam iniciativas para proteger seus principais clientes e colaboradores dos impactos da crise.

A Ipiranga, dos postos de gasolina, é uma delas. Na última semana, a empresa —que já investiu cerca de R$ 20 milhões no combate à Covid-19— lançou uma campanha de vacinação contra a H1N1 para caminhoneiros.

A iniciativa realiza também a distribuição de 20 mil kits de higiene feita em parceria com a Natura. A ação itinerante ocorrerá nos postos Rodo Rede da Ipiranga de 14 cidades do interior paulista até o dia 6 de junho.

Retrato do caminhoneiro José Francisco de Oliveira, 56, na frente de seu caminhão no Terminal de Cargas de São Paulo, ponto principal de parada dos caminhoneiros quem vêm para São Paulo - Eduardo Anizelli/Folhapress

Serão de 300 a 500 doses diárias de vacina, aplicadas em estruturas instaladas pelo Saúde na Estrada, programa social da Ipiranga que existe há uma década e já atendeu gratuitamente mais de 500 mil caminhoneiros de todo o Brasil.

Outra ação da empresa ocorreu por meio de seu programa de fidelidade, o Km de Vantagens. Em troca de 1.500 pontos acumulados, o caminhoneiro recebe refeições em postos de rodovia. Em 15 dias de campanha, mais de 10 mil marmitas foram resgatadas nos postos Ipiranga, e a expectativa é de que ao final da campanha, em 30 de junho, o montante suba para 75 mil unidades.

A BR Distribuidora, outra gigante dos combustíveis, também preparou diversas ações de amparo aos profissionais das estradas. Uma delas é a distribuição de mais de 60 mil quentinhas e frascos de álcool em gel em seus postos de gasolina.

Além disso, vai disponibilizar gratuitamente, em parceria com Dasa, Rede Ímpar de Hospitais e GSC Integradora de Saúde, consultas médicas online para mais de 16 mil cadastrados no cartão caminhoneiro.

O objetivo é a preservação da saúde dos profissionais, que muitas vezes não têm tempo para se cuidar, e o alívio à rede pública de saúde, que luta contra altas taxas de ocupação de leitos.

Para quem já tem o Cartão Caminhoneiro Petrobras, basta acessar o site caso sinta necessidade, e poderá realizar uma consulta pelo CPF cadastrado.

Para quem ainda não aderiu ao programa e tem interesse neste benefício, o caminho é inscrever seu CPF na ferramenta.

A Copagaz, uma das maiores distribuidoras de GLP (gás de cozinha) do Brasil, também se mobilizou para ajudar a linha de frente da empresa, os caminhoneiros. Ela está doando mais de 10 mil marmitas nas rodovias Anchieta e Castelo Branco, em duas ações distintas, que contam com a colaboração dos funcionários que se dispuseram a auxiliar na entrega das refeições.

Ambas as ações fazem parte do Gaztronomia, um projeto colaborativo e com caráter social que une diferentes agentes para ajudar a mudar o atual cenário. Somando as duas bases de distribuição, a expectativa é apoiar os caminhoneiros com 10 mil refeições —cerca de 6 toneladas de alimentos.

A Moove, empresa do Grupo Cosan responsável pela de produção, venda e distribuição de lubrificantes da marca Mobil no Brasil e em outros dez países, concentrou seus esforços para contribuir com a saúde e bem-estar de seus consumidores, caminhoneiros e motociclistas.

Ao todo foram distribuídos 10 mil kits lanches para os motoristas de caminhões, uma parceria entre Mobil, CCR e o aplicativo Trizzy, e 10 mil kits de proteção para os motociclistas entregadores juntamente com Rappi e a Revista Duas Rodas.

Durante o período da pandemia, todos os caminhoneiros que estiverem carregando ou descarregando na fábrica da Moove, no Rio de Janeiro, terão direito a café da manhã ou almoço no refeitório do local sem nenhum custo. Até o momento, mais de mil refeições foram distribuídas.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.