Concurso seleciona 5 soluções para melhorar a vida em São Paulo

A iniciativa é uma parceria entre o Quintessa e a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo

São Paulo

O Prêmio Impacto Público, iniciativa que impulsiona soluções inovadoras para melhorar a vida dos cidadãos e os serviços públicos na cidade de São Paulo, dentro da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, divulgou as organizações selecionadas para fazer parte da iniciativa.

Após um extenso processo de seleção de dois meses, a partir dos mais de 155 inscritos, entre análises de formulários, entrevistas e uma apresentação final de dez finalistas para uma banca avaliadora, a iniciativa selecionou as cinco organizações que terão suas soluções à cidade financiadas e apoiadas pelos realizadores do Prêmio.

As organizações selecionadas foram: Instituto Adus, Instituto Semear, Instituto Ser Mais, Banco de Alimentos e a Firgun.

Prêmio Impacto Público divulga as cinco iniciativas selecionadas
Prêmio Impacto Público divulga as cinco iniciativas selecionadas - Divulgação

Organizações de todo o Brasil se inscreveram dentro dos cinco eixos temáticos: Primeira Infância, Gestão Pública Eficiente e Transparente, Participação Cidadã, Empreendedorismo e Direitos Humanos e Cidadania.

Os participantes selecionados terão acompanhamento semanal do Quintessa, aceleradora de negócios de impacto, financiamento de R$ 70 mil e vivência e exposição no setor público ao longo dos quatro meses de implementação do projeto.

Além disso, os participantes contarão com o monitoramento da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania.

As organizações trabalham com diversas áreas dentro da Secretaria Municipal de Direitos Humanos. O Banco de Alimentos, integrante da Rede Folha, tem sua solução voltada ao desafio de como organizar entidades que distribuem alimentos para a população em situação de rua.

Já o Instituto Adus irá trabalhar para atuar no desafio de como aprimorar o ensino de português para imigrantes em São Paulo.

E a Firgun, no desafio de como reduzir as barreiras do mercado de microcrédito às pessoas negras empreendedoras.

Tanto o Instituto Semear quanto o Instituo Ser Mais irão trabalhar com soluções relacionadas à coordenação de políticas para juventude.

Entre os critérios gerais para seleção, os candidatos foram avaliados por pré-requisitos como: ser uma organização sem fins lucrativos, ter aplicabilidade da solução no âmbito da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania e comprometimento para implementar a solução na cidade de São Paulo, tendo disponibilidade de tempo para uma execução de qualidade.

Além deles, alguns dos critérios de seleção foram: eficácia da solução para resolver o problema, singularidade e inovação da solução, impacto: benefício gerado e alcance, legado para a cidade ou beneficiários após o Prêmio, perfil empreendedor.

O Prêmio Impacto Público 2020 é fruto de um Termo de Fomento firmado entre o Quintessa e a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania do Município de São Paulo, financiado a partir de recursos de emenda parlamentar da Câmara Municipal de São Paulo, na figura da vereadora Janaína Lima (Novo).

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.