Com apoio da JBS, AACD mantém tratamento dos pacientes durante a pandemia

Empresa destinou R$ 600 mil em equipamentos de proteção para a instituição

São Paulo

A JBS, por meio do seu programa de responsabilidade social “Fazer o Bem Faz Bem – Alimentando o Mundo com Solidariedade", doou R$ 600 mil em equipamentos de proteção individual (EPIs) à AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente).

O aporte proporcionou a entrega de cerca de 230 mil itens como aventais, máscaras cirúrgicas e N95, para a efetiva implantação de medidas preventivas à Covid-19 na Instituição.

Os equipamentos estão sendo essenciais para garantir a segurança dos pacientes e dos funcionários da AACD em São Paulo. Com isso, os tratamentos das pessoas com deficiência física e necessidades ortopédicas podem seguir com tranquilidade, respeitando todas as orientações das autoridades de saúde.

A JBS já doou R$ 400 milhões ao combate à pandemia no Brasil, quantia esta que envolve também os R$ 600 mil doados à AACD
A JBS já doou R$ 400 milhões ao combate à pandemia no Brasil, quantia esta que envolve também os R$ 600 mil doados à AACD - Ricardo Cardoso/Divulgação

“Para a JBS, como empresa cidadã, é muito significativo poder contribuir para a construção de um legado em saúde para o país. Garantir proteção e possibilidade de evolução para os pacientes da AACD é um esforço que vale muito e que definitivamente vai colaborar para a construção de um futuro melhor para todos”, ressalta Joanita Maestri Karoleski, coordenadora do programa de doações da JBS.

"Estamos vivenciando um período desafiador no país e no mundo, que impacta diretamente no dia a dia dos profissionais de saúde da nossa instituição, além dos próprios pacientes. O apoio de empresas com ações de enfrentamento do coronavírus é essencial neste momento", comenta Edson Brito, superintendente de marketing e relações institucionais da AACD.

As doações de EPIs estão entre ações previstas no programa de responsabilidade social da empresa, que está doando R$ 400 milhões para o enfrentamento da pandemia no Brasil, beneficiando mais de 270 municípios por meio de três frentes de atuação: saúde, assistência social e ciência.

No estado de São Paulo, a JBS fará a doação de R$ 39 milhões, sendo R$ 10 milhões para o Estado e R$ 29 milhões para 47 cidades paulistas, beneficiando mais de 22 milhões de pessoas.

A estimativa é que mais de 76 milhões de pessoas sejam beneficiadas com as ações da companhia no Brasil. A alocação dos recursos considera um diagnóstico feito com sistemas de saúde municipais e estaduais e incluiu entrevistas e análise de dados.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.