Festival vai premiar criadores de games com criptomoedas

Oitava edição do Festival Games for Change América Latina será online de 5 a 12 de dezembro

São Paulo

O empreendedorismo social inspirado pelos desafios da economia criativa com foco em games para mudar o mundo constitui o núcleo da proposta do Festival Games for Change América Latina 2020, que ocorre de forma totalmente online em sua oitava edição, de 5 a 12 de dezembro.

Interessados podem se inscrever pelo site do Games for Change.

O evento integra o projeto de uma nova rede social, a “Uaifai" (Universidade Aberta à Imaginação, Fantasia e Artes da Invenção), criada pelo grupo de pesquisa Cidade do Conhecimento do Departamento de Cinema, Rádio e TV da Escola de Comunicações e Artes da USP.

Uma das atrações do Festival Games for Change América Latina é o PITI 3D: Playground Imersivo Terapêutico Imaginário
Uma das atrações do Festival Games for Change América Latina é o PITI 3D: Playground Imersivo Terapêutico Imaginário - Divulgação

A programação do festival conta com game jams, playtestes, mini-cursos, espaços terapêuticos, festas e shows ao vivo culminando no “Pitch for Change”, uma etapa final, competitiva, com premiações definidas a partir do voto popular e de um júri especializado.

A Games for Change é uma organização que capacita criadores de jogos e inovadores sociais. Através dos Festivais, inspira jovens a explorar sua capacidade para gerar impacto no mundo real por meio de jogos e mídia imersiva.

A plataforma coloca o foco na economia criativa, conceito disseminado a partir das experiências inglesas no campo da economia da cultura, das artes e dos serviços com forte intensidade de capital humano, criatividade e experiências voltadas à diversidade, direitos humanos, tolerância e cultura de paz.

E o faz colocando a criação de jogos analógicos e games como principal vetor da mobilização de crianças e jovens para a mudança social.

A plataforma também vai monetizar iniciativas lúdicas de impacto em parceria com a ONU, entre elas a campanha “Educação para a justiça”, patrocinada pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime. A premiação será em criptomoedas como Wibx e Moeda da Paz.

Um dos destaques do festival é o “Purposyum, desafios da justiça”, um jogo não-digital com alunos da Escola Técnica Parque da Juventude, em São Paulo. Em 2020, a reitoria da USP distribui 5.000 exemplares do jogo para estimular novas práticas pedagógicas alinhadas à campanha mundial Educação para a Justiça.

Em parceria com a rede Games for Change, a mobilização envolve parceiros nos EUA, Canadá, Alemanha, Áustria e Inglaterra além da América Latina.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.