Prêmio reconhecerá projetos em mobilidade urbana e inclusão de pessoas com deficiência

Organizações com maior potencial de impacto poderão receber R$ 100 mil; veja como se inscrever

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Projetos de impacto social em mobilidade urbana, mobilidade social e inclusão de pessoas com deficiência de todo o país podem se inscrever até 21 de julho, às 18h, no Prêmio Fundação Grupo Volkswagen.

Nesta segunda edição,​ em parceria com a Yunus Corporate, unidade de inovação social corporativa da Yunus Negócios Sociais, seis organizações sociais serão selecionadas para um programa de aceleração. A etapa inclui capacitação, mentoria com especialistas, consultoria e incentivo à criação de redes, por meio de atividades e encontros online.

Os três projetos que demonstrarem maior potencial de transformação social serão premiados com R$ 100 mil, a título de patrocínio.

duas mulheres brancas e um homem branco seguram um prêmio em mãos
Amanda Lima, do Instituto MeViro, Lilian Prado, da ONG Acreditar e Cadu Ronca, do Instituto Aromeiazero, vencedores do 1º Prêmio Fundação Grupo Volkswagen - Divulgação / Acervo Fundação Grupo VW

Ao longo de 2022, as três organizações vencedoras deverão implementar as ações planejadas com o investimento, sendo acompanhadas e apoiadas pela Fundação Grupo Volkswagen e pela Yunus Negócios Sociais.

“Queremos aproximar o terceiro setor de metodologias inovadoras e do universo dos chamados negócios sociais, sem descuidar das particularidades das organizações sem fins lucrativos", diz Vitor Hugo Neia, diretor de administração e relações institucionais da Fundação.

As linhas de atuação dos projetos elegíveis incluem, entre outros temas, geração de renda em territórios vulneráveis e periféricos, empreendedorismo feminino, educação inclusiva para pessoas com deficiência e tecnologias e inovação para a mobilidade urbana.

"Nossa aceleração pretende ajudar essas organizações a encontrarem modelos de sustentabilidade financeira, que vão para além dos formatos tradicionais de captação de recursos, e que permitam que a organização e o seu impacto se mantenha no tempo de forma sustentável", afirma Rui Lira, head de inovação aberta da Yunus.

Realizado desde 2019, o Prêmio Fundação Grupo Volkswagen recebeu mais de 400 inscrições na primeira edição. O Instituto Aromeiazero, a ONG Acreditar e o Instituto MeViro foram os finalistas.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.