Descrição de chapéu Saúde responde Copa do Mundo

Como evitar um infarto durante os jogos da Copa?

Quem tem doença cardiovascular ou histórico de problemas na família deve tomar mais cuidado

Haja coração em época de Copa do Mundo. 

Torcedores brasileiros assistem ao jogo entre Brasil e Holanda no Rio
Torcedores brasileiros assistem ao jogo entre Brasil e Holanda no Rio - Eduardo Anizelli - 12.jul.14/Folhapress

Estudos já mostraram que a competição pode elevar o risco cardíaco —em 1998, o número de internações por infarto na Inglaterra aumentou 25% após a derrota para a Argentina, nos pênaltis,  segundo pesquisa publicada na revista médica BMJ. 

 

Na Holanda, houve até aumento de mortalidade cardiovascular associada à partida contra a França no campeonato europeu de 1996.

Quem tem doença cardiovascular ou histórico familiar deve tomar cuidado redobrado para que os jogos sejam só alegria.

Cuidados

  1. Sono

    Dormir bem se torna ainda mais importante se a pessoa já tem algum problema como ronco ou apneia obstrutiva, segundo Leandro Zimerman, membro da Sobrac (Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas).

  2. Cigarro

    O jogo ficou tenso e deu vontade de fumar? Saiba que a nicotina influencia a liberação da adrenalina, que naturalmente acelera os batimentos cardíacos.

  3. Alimentação

    Todos deveriam evitar frituras e alimentos muito salgados, como embutidos, em excesso. Obesos, hipertensos, diabéticos e pessoas com colesterol alto, ainda mais. A mesma coisa vale para as bebidas alcoólicas, que elevam os batimentos cardíacos.

  4. Remédios

    Não se medique por conta própria nem esqueça de tomar a sua medicação por causa da mudança de rotina com os jogos.

  5. Esporte

    Se a Copa do Mundo fez você ficar com vontade de voltar a praticar futebol, cuidado. Sem condicionamento físico, os riscos de lesões e de problemas de coração são maiores. O melhor é marcar uma avaliação médica antes.

  6. Perigo

    Não hesite em procurar ajuda especializada ao sinal de sintomas como tontura forte, desmaio, palpitação, dor no peito e falta de ar.

As dicas, claro, não são exclusivas para a Copa e também valem para campeonatos estaduais, nacionais e sul-americanos de futebol e outros esportes que toquem seu coração. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.