Caso de blogueira 'descoberta' aponta falhas de dieta crudivegana

Yovana Mendoza passou a comer alimentos de origem animal após problemas de saúde típicos da dieta

Phillippe Watanabe
São Paulo

Fotos de frutas e legumes coloridos, pessoas sorridentes e magras e o incentivo a uma dieta baseada em vegetais crus são a fórmula que levou a blogueira crudivegana (apenas come alimentos crus e de origem vegetal) Yovana Mendoza, dona da conta @rawvana, a conquistar seus 3 milhões de seguidores no Instagram e no YouTube.

A imagem de uma vida saudável baseada exclusivamente em vegetais, porém, veio abaixo nas últimas semanas. Yovana foi filmada comendo peixe, e seus seguidores ficaram um tanto desapontados com a contradição.

A blogueira diz que problemas de saúde a levaram a mudar a dieta com a inclusão de alimentos de origem animal. Yovana conta que, após um longo jejum, havia parado de menstruar, estava com hormônios em níveis pré-menopausa e problemas intestinais.

"Costumamos ver depoimentos em redes sociais do tipo 'ah, eu parei de menstruar, meu cabelo começou a cair, minha unha está descascando'", afirma Erika Hirose, nutricionista do Hospital Sírio-Libanês. "Às vezes pessoas com dietas desse tipo descuidam de macronutrientes e precisamos mesmo oferecer maior aporte de proteína", diz.

Macronutrientes incluem as já citadas proteínas —importantes para formação de músculos—, gorduras, com papel essencial na formação de hormônios, e carboidratos, combustível para o organismo.

"Não é possível indicar essa dieta para alguém porque não temos evidências de que seja saudável", diz a especialista.

Os adeptos da dieta crudívora afirmam que o alimento cru tem mais nutrientes do que o cozido. A afirmação, porém, requer ressalvas, segundo os pesquisadores ouvidos pela reportagem. 

Alguns alimentos de fato podem ficar nutricionalmente mais pobres quando cozidos, enquanto outros se tornam ainda mais nutritivos com diferentes métodos de cocção, de acordo com Hirose. 

"Há teorias que mostram que o cérebro humano cresceu em função do cozimento dos alimentos. Um dos motivos seria o processo de desnaturação das proteínas animais, tornando a absorção mais fácil, rápida e com menor gasto energético para o organismo", afirma Durval Ribas Filho, presidente da Abran (Associação Brasileira de Nutrologia).

Uma dieta baseada em vegetais pode trazer benefícios também. A alimentação desse tipo é rica em fibras, o que pode ser positivo para o funcionamento do intestino.

Além disso, pessoas adeptas dessas dietas em geral têm cardápios coloridos e variados, prestam atenção ao que comem e têm estilos de vida saudáveis, com prática de atividade física, afirma Ribas Filho.

Já as proteínas na dieta crudivegana podem vir de suplementação —há, inclusive, cada vez mais marcas de "whey vegano", feito de arroz e ervilha, ainda que o sabor seja geralmente menos agradável do que o whey de origem láctea— e da ingestão de feijão, grão de bico ou ervilha germinados.

O porém é que a dieta crudivegana pode exigir mais planejamento e acompanhamento de nutricionista. Como alimentos de origem animal fornecem, em menores porções, maiores quantidades de proteína, a dieta precisa ser indicada por um especialista para que não haja deficiências. A recomendação também vale outras dietas restritas e não convencionais, como a vegetariana e a vegana. O fundamental é haver nutrientes suficientes para garantir o funcionamento pleno do organismo

"O que os estudos de nutrologia mostram é que essas pessoas precisam ser monitoradas. Essa influenciadora certamente não foi", diz Ribas Filho. "Talvez ela tenha sido mais radical justamente por ser influenciadora."

De fato, a própria Yovana conta que demorou para buscar ajuda depois que parou de menstruar. Também diz que levou tempo para levar os problemas a sério e começar a pensar em mudar sua dieta, adicionado, entre outras coisas, mais gordura. 

Depois dos problemas de saúde e de começar a consumir alimentos de origem animal, Yovana decidiu modificar o conteúdo de seus canais. 

"Continuarei compartilhando com vocês minha vida, minha jornada saudável para ajudar você a se tornar uma versão melhor e mais saudável de si mesmo. E continuarei a incentivar a dieta a base de plantas mas também vou aumentar meu escopo", diz a blogueira em um dos vídeos depois da polêmica. "Eu acredito totalmente nos benefícios de uma dieta à base de plantas."

Deve-se, porém, tomar cuidado com a aparente boa vontade de Yovana, cujos posts costumam ser acompanhados pela oferta de aplicativos pagos de receitas e promessas de perda de peso e dietas detox (para as quais não há comprovação científica).

"Há influenciadores que realmente levam informação de qualidade às pessoas, precisamos respeitar. Mas é importante refletirmos sobre onde estamos procurando informações sobre nutrição. Nem sempre a pessoa da rede social sabe do que está falando", diz Hirose.

A especialista afirma a importância de individualizar as dietas, considerando que mesmo alimentações aparentemente saudáveis podem acabar não fazendo bem para todo mundo. 

"Um paciente que tenha diverticulite [bolsas que surgem no trato digestivo] não pode comer sementes e grãos como outras pessoas", diz ela, citando um exemplo.


Quais são os possíveis problemas da dieta crudivegana

Deficiência de vitamina B12 - De origem animal, a vitamina pode ser escassa nessa dieta. A deficiência pode levar a falhas de memória, cansaço e formigamentos e comprometer o sistema nervoso

Desnutrição - É importante prestar atenção no consumo de macronutrientes, como gorduras e proteínas. Sem eles, pode se instalar um quadro de desnutrição

Deficiência de ferro - É importante ficar de olho na quantidade de ferro absorvida em dietas à base de plantas. A deficiência pode levar à anemia

Os benefícios de uma dieta à base  de plantas

Corpo saudável - Dietas vegetarianas e veganas costumam ter bons efeitos cardiovasculares, intestinais e no controle glicêmico. Dietas crudívoras de longo prazo, porém, precisam ter acompanhamento

Atenção ao prato - Os adeptos costumam prestar mais atenção ao que estão consumindo e, por isso, têm uma alimentação mais saudável

Estilo de vida - É comum também que tenham hábitos mais saudáveis, como prática de exercícios

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.