Ministro volta atacar a Folha por série sobre maconha medicinal

Anvisa está prestes a publicar nova proposta de regulamentação da Cannabis medicinal no país

São Paulo

O ministro Osmar Terra (Cidadania) voltou a atacar reportagens da Folha sobre maconha medicinal, insinuando que são matérias pagas pela indústria.

“Apoiar a liberação da maconha tem preço? Capas e matérias de duas edições financiadas pela maior empresa do mercado de maconha no mundo? Tirem suas próprias conclusões”, tuitou o ministro nesta terça (1).

A série de reportagens partiu de iniciativa da própria redação, já que a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) está prestes a publicar novas propostas de regulamentação da maconha medicinal no país.

A medida mais polêmica trata de regras para o cultivo da planta para fins medicinais, uma demanda de empresas do setor e de associações de pacientes. Terra se posicionou contra a proposta e já travou embate com a Anvisa sobre isso.

A Folha tem como um dos seus princípios a independência editorial, a garantia de que a produção jornalística tenha autonomia em relação a interesses de anunciantes.

Em nenhum momento os anunciantes têm acesso ao conteúdo jornalístico a ser publicado, que é inteiramente de responsabilidade da redação.

O jornal cultiva a pluralidade, abordando assuntos com disposição crítica e sem tabus, no intuito de iluminar problemas e questionar autoridades públicas e poderes privados. A série de reportagens sobre maconha medicinal prossegue até o próximo domingo (6).

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.