Descrição de chapéu Coronavírus

Apesar de recomendação, formatura da PUC-SP deve reunir milhares em SP neste sábado

Baile deve concentrar muitos pais e avós dos formandos, que estão no grupo mais sensível às complicações da Covid-19

São Paulo

Apesar da recomendação do governo estadual e da Prefeitura de São Paulo para que eventos com aglomeração de público sejam suspensos, os organizadores da formatura de Direito da PUC-SP decidiram manter a festa, que deve reunir milhares de pessoas neste sábado (14).

O evento, que é promovido pela empresa AGF360 e terá shows de Kevinho, Matheus e Kauan e Jammil, ocorrerá na casa de eventos São Paulo Expo, na zona sul da capital paulista.

Vista do Pátio da Cruz, na PUC, em Perdizes
Vista do Pátio da Cruz, na PUC, em Perdizes - Alberto Rocha/Folhapress

Na página do evento no Facebook, mais de 5 mil pessoas confirmaram presença ou disseram que têm interesse em ir. Tradicionalmente, o baile de formatura de Direito da PUC-SP é um dos maiores de São Paulo.

O evento esgotou os dois primeiros lotes de ingresso (que custavam R$ 460,00 e R$ 485,00). O terceiro lote ainda é vendido por R$ 500,00.

Além dos formandos, em sua maioria jovem, bailes como esse costumam reunir muitos pais e avós. Os idosos são o grupo mais sensível às complicações decorrentes da covid-19.

Em comunicado na quinta (12), a comissão de estudantes organizadora do evento informou que as “comemorações de formatura seguem mantidas, sem qualquer alteração”.

“Junto com a AGF360, estamos monitorando as orientações oficiais das autoridades médicas e sanitárias do país sobre a Covid-19 (doença mais conhecida como coronavírus). Tais autoridades, até o momento, não manifestaram qualquer necessidade de adiamento ou cancelamento dos nossos eventos”.

Nesta sexta (13), no entanto, o governo do estado e a Prefeitura de São Paulo decidiram cancelar todos os eventos públicos com aglomerações de pessoas. No caso de eventos particulares, a prefeitura e o governo não vão proibir, mas fazem a recomendação de que organizadores evitem a promoção de aglomerações. O governador João Doria especificou que eventos com mais de 500 pessoas devem ser evitados.

Mesmo após a decisão do poder público, a comissão de formatura reafirmou que, por ora, o evento está mantido. “Estamos cientes da nota da Prefeitura sobre a determinação de cancelamento de eventos organizados pelo Poder Público e recomendação de cancelamento de eventos de iniciativa privada. Estamos avaliando a situação junto à AGF”.

Apesar disso, no comunicado da quinta-feira a comissão salienta a importância de “seguirmos todos as recomendações das entidades especialistas no assunto”.

Os organizadores então publicam uma lista de páginas oficiais que contêm recomendações sobre o coronavírus. Em uma delas, da Secretaria Municipal de Saúde, há a orientação para evitar a aglomeração ou locais pouco arejados.

Como a Folha publicou neste sábado (14), epidemiologistas afirmam que o governo deveria adotar em breve providências a fim de impedir ou limitar em grande medida aglomerações e movimentações de pessoas, a exemplo do que fizeram países asiáticos e agora a Itália.

Segundo esses especialistas, seria necessário suspender qualquer grande reunião como espetáculos esportivos e artísticos e cultos religiosos.

Outros bailes de formatura que ocorreriam nos próximos dias têm sido suspensos. A festa de estudantes do Insper, que seria no próximo sábado (21), foi adiada para outubro.

Procurada na manhã deste sábado (14) por meio do telefone disponível em sua página oficial, a AGF360 informou, em gravação, que o horário de atendimento é de segunda a sexta-feira.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.