Argentina e Chile confirmam seus primeiros casos de coronavírus

Os dois pacientes tinham viajado para outros países;

Buenos Aires

As autoridades sanitárias confirmaram, no começo da tarde desta terça-feira (3), o primeiro caso do novo coronavírus na Argentina. Trata-se de um paciente que já estava internado na clínica Suiço-Argentina, no bairro de Palermo, em Buenos Aires.

O homem, que tem 40 anos, veio de Milão, na Itália, em um voo da Alitalia e chegou à Argentina no domingo, sem sintomas.

O paciente permanece hospitalizado e isolado em uma clínica particular de Buenos Aires. Seu quadro não é complicado.

 
Técnico de laboratório faz simulação de análise de coronavírus em Buenos Aires, Argentina
Técnico de laboratório faz simulação de análise de coronavírus em Buenos Aires, Argentina - Agustin Marcarian/Reuters

Nas últimas semanas, as autoridades sanitárias começaram a realizar controles nos aeroportos internacionais em voos vindos da Europa, dos EUA e da China, medindo temperatura e pedindo que as pessoas preenchessem formulários. O paciente com coronavírus, porém, teria passado batido pelo controle.

Segundo o ministro da Saúde do país, Ginés García, outros passageiros do mesmo avião estão sendo contatados para exames. Ele também afirmou que tanto o setor privado como o setor público estão preparados para cumprir o protocolo.

Com a confirmação da doença, as autoridades de saúde ativaram um protocolo para a cidade de Buenos Aires, detalhou Carla Vizzotti, secretária do Ministério da Saúde.

Essas são medidas para informar a população e pedir aos que têm sintomas que se abstenham de ir aos hospitais e, em vez disso, pedir atendimento médico em casa. Caso cheguem aos postos de saúde, eles devem ser isolados.

Na mesma tarde desta terça-feira (3), as autoridades sanitárias chilenas também anunciaram o primeiro caso de coronavírus no Chile: um homem de 33 anos que viajou por um mês pelo Sudeste Asiático, passando por Singapura, Malásia, Indonésia e ilhas Maldivas. Na volta, ele ainda esteve na Espanha.

O ministro da saúde chileno, Jaime Mañalich, disse que o homem está hospitalizado em Talca, a 350 km de Santiago.

Até o momento, na América Latina, havia apenas casos registrados do novo coronavírus no Brasil, no México, no Equador e na República Dominicana.

Com AFP

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.