Morre na Argentina primeira vítima do novo coronavírus na América Latina

Paciente tinha diabetes, hipertensão, bronquite crônica e insuficiência renal

Buenos Aires | AFP

Um homem de 64 anos morreu neste sábado (7) em Buenos Aires, na Argentina, vítima do novo coronavírus. Essa é a primeira morte pela doença na América Latina.

O paciente, natural de Buenos Aires, retornou recentemente da Europa e foi hospitalizado após ir ao médico com sintomas de febre, tosse e dor de garganta, segundo a imprensa local. Ao ser hospitalizado, o quadro evoluiu para pneumonia e durante sua internação ele precisou de ventilação mecânica para respirar.

As autoridades sanitárias de Buenos Aires convocaram uma coletiva de imprensa no hospital em que ele estava internado e informaram que o paciente tinha doenças crônicas que agravaram seu quadro clínico —diabetes, hipertensão, bronquite crônica e insuficiência renal—, segundo a agência oficial Télam.

A Argentina reportou outros oito casos de coronavírus.

O homem havia voltado de uma viagem à Europa em 25 de fevereiro com a esposa e apresentou sintomas três dias depois. Ele foi internado no Hospital Argerich em 4 de março.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.