Descrição de chapéu Coronavírus

Governo dos EUA passa a recomendar máscara de pano a todos os americanos

Trump afirmou que medida é recomendação e que ele mesmo não vai segui-la

Washington

O presidente Donald Trump anunciou nesta sexta-feira (3) que o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC, na sigla em inglês) mudou as diretrizes e passou a recomendar a todos os americanos o uso de panos e lenços para cobrir o rosto em público, na tentativa de conter a disseminação do novo coronavírus.

Trump afirma que não há necessidade de fazer uso das máscaras médicas profissionais, as chamadas N-95, e que a utilização dos panos, lenços e acessórios confeccionados em casa é voluntária.

O presidente disse que ele mesmo não tem planos de fazer uso de qualquer uma dessas alternativas.
"Você pode fazer, mas você não precisa fazer. Eu estou escolhendo não fazer. É apenas uma recomendação", disse durante coletiva na Casa Branca.

A orientação marca uma mudança de postura do CDC. O governo americano estava divido na discussão de que somente pessoas com sintomas deveriam cobrir o rosto em público, apesar de haver dados que mostram que os assintomáticos também podem espalhar o vírus.

Enquanto oficiais do CDC pressionavam o presidente a orientar toda a população a cobrir o rosto epúblico, auxiliares da Casa Branca insistiam que a medida seria necessária somente para áreas com alta transmissão.

A principal preocupação é que as novas orientações aumentem a escassez de máscaras profissionais em vários hospitais do país, sobrecarregados de pacientes e com falta de leitos e recursos médicos, principalmente em estados como Nova York.

Trump reforçou que as máscaras profissionais são reservadas aos trabalhadores da área de saúde e que nada substitui as regras de distanciamento social em vigor no país até pelo menos 30 de abril.

Escolas, bares e restaurantes estão fechados e a saída de casa geralmente só é permitida para cumprir atividades vistas como essenciais, como compra de comida e remédios.

Os EUA registraram nesta sexta mais de 270 mil casos confirmados de Covid-19, com 6.889 mortes -- 1.094 somente nesta sexta, o recorde em um dia.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.