Pessoas com menos de 60 anos respondem por 26% das mortes por Covid-19 em SP

No início de abril, o índice chegava a 14%

São Paulo

Cerca de 26% dos mortos pela Covid-19 no estado de São Paulo tem menos de 60 anos (693 vítimas de um total de 2.627), segundo informações de domingo (3) da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo.

A mortalidade nessa faixa etária tem crescido com o avanço da pandemia do novo coronavírus no estado e no Brasil. No início de abril, o valor era de apenas 14%.

O aumento coincide com o desenvolvimento da pandemia nas regiões mais periféricas da cidade.

Há regiões mais pobres onde, inclusive, o número de mortos com menos de 60 era predominante, como no Campo Limpo, segundo boletim recente da Prefeitura de São Paulo.

Os dados demonstram a pressão exercida sobre o sistema de saúde pela população mais jovem afetada pelo novo coronavírus, o que vai de encontro à argumentação de que os chamados isolamentos verticais poderiam ser suficientes para conter a pandemia da Covid-19.

Comparado a dados italianos, as mortes de jovens e adultos são consideravelmente mais elevadas em São Paulo. No país europeu, somente cerca de 4,7% das mortes (segundo dados atualizados até 29 de abril) eram de pessoas com menos de 60 anos.

Já os dados de Nova York parecem um pouco mais próximos aos de São Paulo. Lá, cerca de 24% das mortes pela Covid-19 são de pessoas de até 64 anos.

Na segunda (4), os casos confirmadas da Covid-19 chegaram a 32.187 no estado e 2.654 mortes. No momento, há 9.000 pessoas internadas, das quais 3.531 em UTIs.

Os casos de Covid-19 já chegaram a pelo menos 334 municípios do estado de São Paulo, dos quais 153 já tiveram mortes pela doença registradas.

De acordo com os dados da secretaria de estado, homens tem morrido mais do que mulheres de Covid-19, o que também foi registrado em outros países. Ainda não sabe explicar a motivação para a maior mortalidade no sexo masculino.

A maior parte dos mortos (81%) também tinham fatores de risco associados, como cardiopatias (em 60,1% das mortes) e diabetes (em 43,5% das mortes).

O Brasil já tem mais de 105 mil casos e 7.288 mortos pela Covid-19.

Erramos: o texto foi alterado

Diferentemente do que a reportagem indicava, o novo coronavírus não é responsável por 26% das mortes de jovens e adultos em SP. Entre os mortos da Covid-19 no estado de SP, 26% são jovens e adultos com menos de 60 anos.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.