Descrição de chapéu Coronavírus Textos liberados

Distância de ao menos 1 m, máscara e proteção para olhos reduzem contágio de Covid-19

Cientistas revisaram estudos disponíveis sobre Covid-19, Sars e Mers; análise foi publicada na Lancet

São Paulo

Distanciamento de pelo menos 1 metro e o uso de máscaras e proteção para os olhos ajudam a diminuir a transmissão da Covid-19, aponta um estudo que revisou 172 pesquisas relacionadas à infecção por Sars (Síndrome respiratória aguda grave), Mers (Síndrome respiratória do Médio Oriente) e Sars-CoV-2, o vírus causador da Covid-19.

A pesquisa foi publicada nesta semana na revista médica inglesa The Lancet.

Os pesquisadores levaram em conta estudos observacionais feitos em 16 países e seis continentes com milhares de pacientes.

Na revisão realizada, os cientistas observaram que a transmissão dos vírus era menor com distâncias de no mínimo 1 metro entre as pessoas. O efeito de proteção aumentava conforme a distância, com um distanciamento indicado de 2 metros ou mais se possível.

Nos estudos sobre distância física, observou-se que a chance de de contaminação em espaçamentos inferiores a 1 metro era de quase 13%, mas com distanciamento maior do que 1 metro era de apenas 2,6%.

Em relação às máscaras —caseiras, cirúrgicas, N95 etc.—, a chance de infecção sem o uso da proteção era de 17,4% e de 3,1% com o uso.

Por fim, a proteção dos olhos (com escudos de rosto ou óculos) é capaz de reduzir o risco de infecção de 16% para 5,5%.

Os cientistas destacam, porém, que nenhuma dessas medidas garante uma total proteção contra uma possível infecção.

Além disso, os autores também afirmam que não encontraram estudos randomizados sobre o tema, o que elevaria o grau da evidência científica disponível.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.