Descrição de chapéu Leitor em Casa

Ler Conceição Evaristo e dançar ao som de Salif Keita é dica do leitor

Folha convida leitores a enviar sugestões de atividade durante o isolamento

Ao longo de três meses, colunistas e blogueiros deram sugestões para o período de quarentena, como livros, filmes e séries.

Agora convidamos vocês, leitoras e leitores, a enviar suas recomendações para enviesuanoticia@grupofolha.com.br.

Informe nome, profissão e cidade onde mora. As melhores dicas serão selecionadas para publicação.

Veja aqui as dicas já publicadas.

Danilo Coelho médico em João Pessoa (PB)

Para ler

Ponciá Vicêncio
Conceição Evaristo. Ed. Pallas, 2014. R$ 27 (120 págs.)

É marcante conhecer a personagem Ponciá e se deixar arrastar por toda a carga emocional deste pequeno grande romance. Seu êxodo nos convida a refletir sobre a questão social no Brasil racista de hoje. Não se trata apenas de um deslocamento no espaço (campo-cidade), mas de um êxodo na condição humana.

Associei imediatamente a personagem e seu forte vínculo com a família e terra natal com a protagonista de “A Mulher dos Pés Descalços”, da ruandesa Scholastique Mukasonga.

Para ouvir

Moffou
Salif Keita. Álbum, 2002. 1h2min Disponível em plataformas de streaming de música

“Quando ouvi Salif Keita dancei” escreveu Chico César na sua letra da música “À Primeira Vista”. À primeira escuta, a voz de ouro do Mali já transcende qualquer estereótipo ao cantar sons e cores universais, sem perder a raiz saariana.

Aberto por um dueto com a Diva dos Pés Descalço, a eterna Cesária, este disco surpreende com a canção Moussoldu, em acompanhamento inebriante de kora (uma espécie de harpa africana) e cordas. Difícil é parar de dançar!

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.