Descrição de chapéu Coronavírus

Pacientes de Campinas serão atendidos no hospital de campanha do Ibirapuera

Região, que está na fase vermelha, registra mais de 80% de ocupação de leitos de UTI para Covid-19

São Paulo e Americana (SP)

Pacientes da região de Campinas com coronavírus poderão ser transferidos para atendimento no hospital de campanha do Ibirapuera, na capital paulista, a partir desta quarta-feira (8). O anúncio foi feito pelo governador João Doria (PSDB), após a região registrar uma alta da taxa de ocupação de leitos de UTI.

O Departamento Regional de Campinas é composto por 42 municípios, muitos dos quais com estrutura pequena ou inexistente de tratamento intensivo.

Segundo o secretário de desenvolvimento regional, Marco Vinholi, a região tem mais de 80% de ocupação desse tipo de leito. De acordo com Vinholi, os municípios da região deverão fazer o transporte dos pacientes para a capital.

O hospital de campanha do Ibirapuera tem 28 leitos de UTI e 240 leitos de enfermaria. Segundo Doria, a estrutura emergencial está com baixa ocupação e, por isso, será usado por pacientes do interior.

A prefeitura de Campinas informou nesta quarta que 88,65% de seus leitos de UTI exclusivos para pacientes de Covid-19, somando as redes pública e privada, estão ocupados. No SUS municipal a ocupação chegou a 97%, enquanto é de 91% no SUS municipal e 80% na rede particular.

Na semana passada, o prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), tratou com o governo estadual sobre a transferência para a cidade a estrutura do hospital de campanha do Pacaembu, que havia sido desativado pelo prefeito Bruno Covas (PSDB), mas seria preciso viabilizar o custo. A ideia de trasladar os pacientes de Campinas para o Ibirapuera e mai.

Na sexta, toda a região recuou da fase laranja para a fase vermelha do Plano São Paulo, tendo que fechar todo o setor de comércio e de serviços considerado não essencial, devido à superlotação do sistema hospital e a escalada de casos do novo coronavírus.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.